A Ilha da Noite

Para aqueles que amam o maravilhoso mundo criado pela Mestra inigualável Anne Rice. Lestat, Louis, Armand, Marius, Mayfairs, A Talamasca... Todos estão aqui.
 
InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 A BISEXUALIDADE NA OBRA DA ANNE RICE.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10  Seguinte
AutorMensagem
M@ry
avatar
Pandora (500)
Pandora (500)

Mensagens : 559
Data de inscrição : 11/01/2009
Localização : RJ

MensagemAssunto: Re: A BISEXUALIDADE NA OBRA DA ANNE RICE.   3/7/2009, 9:02 pm

Ahm... não querendo ser chata mas.. e quanto a "A Bissexualidade na Obra de Anne Rice"? xD
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Jaja de Lioncourt
avatar
Administrador
Administrador

Mensagens : 6550
Data de inscrição : 03/01/2009
Localização : New Orleans

MensagemAssunto: Re: A BISEXUALIDADE NA OBRA DA ANNE RICE.   3/7/2009, 10:21 pm

A verdade é que quando vivos, apesar de serem BI, acho que , com excessão de Marius e sua amada Pandora, todos preferiam homens... apesar de gostarem de mulheres também ( e o Marius, como todo bom Romano, de homens).

Nada contra, apesar de não ser a minha vertente. Talvez os vampiros de Tia Anne não fossem tão interessantes se não fossem essas origens BI deles Wink

_________________
Bebe comigo?



Última edição por Lestat de Lioncourt em 3/7/2009, 10:34 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ailhadanoite.forumeiros.com
Gabrielle de Lioncourt
avatar
Co-Adm
Co-Adm

Mensagens : 3389
Data de inscrição : 05/01/2009
Localização : Around The World

MensagemAssunto: Re: A BISEXUALIDADE NA OBRA DA ANNE RICE.   3/7/2009, 10:32 pm

É, todos, até onde eu li, são bi, mas preferem homens, mesmo... creio que é porque antigamente, eles não achavam muitas coisas interessantes nas mulheres, vendo que a maioria dos casais são de dois homens... Como em uma passagem em "O Vampiro Lestat", que o com preguiça de procurar, em que "pela primeira vez, as mulheres eram tão interessantes quanto os homens"... acho que diz o porque da preferencia, talvez?

Mas enfim, pra mim não me importo nenhum pouco, pra falar a verdade eu até gosto que eles sejam bi... Smile

_________________
“E assim, estendemos a mão para o caos furioso, apanhamos alguma coisa pequena e brilhante e nos agarramos a ela, dizendo para nós mesmos que ela tem significado, que o mundo é bom, que não somos a encarnação do mal e que no fim iremos pra casa.”

-
-
-

"Estaria sempre dividido. Sempre haveria a dor. Dor e prazer interligando-se e moldando-o, mas um, na verdade, jamais se sobrepondo ao outro; nunca haveria paz."



Assinatura


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.thesenseofdoubt.blogspot.com/
M@ry
avatar
Pandora (500)
Pandora (500)

Mensagens : 559
Data de inscrição : 11/01/2009
Localização : RJ

MensagemAssunto: Re: A BISEXUALIDADE NA OBRA DA ANNE RICE.   3/7/2009, 11:10 pm

Acho q o único que não demonstra essa característica é o Louis. Em compensação ele é emo. xD
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Gabrielle de Lioncourt
avatar
Co-Adm
Co-Adm

Mensagens : 3389
Data de inscrição : 05/01/2009
Localização : Around The World

MensagemAssunto: Re: A BISEXUALIDADE NA OBRA DA ANNE RICE.   3/7/2009, 11:17 pm

Citação :
Acho q o único que não demonstra essa característica é o Louis. Em compensação ele é emo. xD

KKKKKKKKKKKKKKKKK

Bem, ele gostava da Babette, né... mas depois de virar vamp, ficou voltado para´a bisexualidade também...

_________________
“E assim, estendemos a mão para o caos furioso, apanhamos alguma coisa pequena e brilhante e nos agarramos a ela, dizendo para nós mesmos que ela tem significado, que o mundo é bom, que não somos a encarnação do mal e que no fim iremos pra casa.”

-
-
-

"Estaria sempre dividido. Sempre haveria a dor. Dor e prazer interligando-se e moldando-o, mas um, na verdade, jamais se sobrepondo ao outro; nunca haveria paz."



Assinatura


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.thesenseofdoubt.blogspot.com/
Jaja de Lioncourt
avatar
Administrador
Administrador

Mensagens : 6550
Data de inscrição : 03/01/2009
Localização : New Orleans

MensagemAssunto: Re: A BISEXUALIDADE NA OBRA DA ANNE RICE.   3/8/2009, 3:58 pm

EMOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO!!!! Laughing

_________________
Bebe comigo?

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ailhadanoite.forumeiros.com
M@ry
avatar
Pandora (500)
Pandora (500)

Mensagens : 559
Data de inscrição : 11/01/2009
Localização : RJ

MensagemAssunto: Re: A BISEXUALIDADE NA OBRA DA ANNE RICE.   3/8/2009, 9:15 pm

Gabrielle de Lioncourt escreveu:
Citação :
Acho q o único que não demonstra essa característica é o Louis. Em compensação ele é emo. xD

KKKKKKKKKKKKKKKKK

Bem, ele gostava da Babette, né... mas depois de virar vamp, ficou voltado para´a bisexualidade também...

Uhm... não sei não.. =\
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Gabrielle de Lioncourt
avatar
Co-Adm
Co-Adm

Mensagens : 3389
Data de inscrição : 05/01/2009
Localização : Around The World

MensagemAssunto: Re: A BISEXUALIDADE NA OBRA DA ANNE RICE.   3/8/2009, 9:29 pm

Ora, M@ry, desde o Entrevista a paixão dele pelo Lestat era notável. Ele se apaixonou pela Cláudia, mas o Lestat, no Entrevista, dava a impressão de odiá-lo, mas dava pra ver que era amor... "Me pegava estudando o pulso da onde tirei minha vida..." "Lembro-me que o movimento dos seus lábios arrepiou todos os cabelos do meu corpo, enviando uma corrente de sensações que não me pareceu muito diferente do prazer da paixão..." etc, e outras passagens, mas ele gostava da Babette, teve a Cláudia, o Armand não acredito que o amou, acho que só o Lestat mesmo de homem que ama...

Acho que todos se voltavam pro bissexualismo mais porque, como vampiros, viam a beleza nas coisas mais simples, em tudo. E ocasionou a atração que sentem por ambos os sexos, acho que até mesmo por quem não era bissexual, como o Louis.

_________________
“E assim, estendemos a mão para o caos furioso, apanhamos alguma coisa pequena e brilhante e nos agarramos a ela, dizendo para nós mesmos que ela tem significado, que o mundo é bom, que não somos a encarnação do mal e que no fim iremos pra casa.”

-
-
-

"Estaria sempre dividido. Sempre haveria a dor. Dor e prazer interligando-se e moldando-o, mas um, na verdade, jamais se sobrepondo ao outro; nunca haveria paz."



Assinatura


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.thesenseofdoubt.blogspot.com/
Jaja de Lioncourt
avatar
Administrador
Administrador

Mensagens : 6550
Data de inscrição : 03/01/2009
Localização : New Orleans

MensagemAssunto: Re: A BISEXUALIDADE NA OBRA DA ANNE RICE.   3/8/2009, 10:22 pm

Mas Gabs, eles já eram BI antes de virarem vampiros...

_________________
Bebe comigo?

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ailhadanoite.forumeiros.com
Gabrielle de Lioncourt
avatar
Co-Adm
Co-Adm

Mensagens : 3389
Data de inscrição : 05/01/2009
Localização : Around The World

MensagemAssunto: Re: A BISEXUALIDADE NA OBRA DA ANNE RICE.   3/8/2009, 10:53 pm

Acho que não me expressei bem, vou tentar falar melhor novamente...

Lestat, Armand, David e outros vampiros já eram bi antes. Já tinham relacionamentos com ambos os sexos antes de se tornarem vampiros.

Mas mesmo outros, como o Louis, não tinham essa tendencia bissexual antes de se tornar vampiros. Ele gostava da Babette, e não menciona outro tipo de amor. O único homem por quem Louis se apaixona completamente é Lestat. DEPOIS que se torna vampiro. Antes, não era bissexual.

Pois bem, o que quero dizer que mesmo se os vampiros não forem bissexuais, como o Louis, quando tornam-se vampiros passam a ver tudo de forma mais bela, tudo. Vocês devem ser lembrar, no Entrevista, das descrições apaixonadas do Louis por tudo, tuod mesmo, até pela lua. Eles admiram demais a beleza, de qualquer coisa. Por consequencia, acabam se apaixonando e tendo relacionamentos com seres do mesmo sexo, mesmo não tendo antes de se tornaram vampiros, citando Louis como exemplo maior.

Ai, Deus, como sou enrolada! Espero ter conseguido deixar minha opinião mais clara...

_________________
“E assim, estendemos a mão para o caos furioso, apanhamos alguma coisa pequena e brilhante e nos agarramos a ela, dizendo para nós mesmos que ela tem significado, que o mundo é bom, que não somos a encarnação do mal e que no fim iremos pra casa.”

-
-
-

"Estaria sempre dividido. Sempre haveria a dor. Dor e prazer interligando-se e moldando-o, mas um, na verdade, jamais se sobrepondo ao outro; nunca haveria paz."



Assinatura


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.thesenseofdoubt.blogspot.com/
M@ry
avatar
Pandora (500)
Pandora (500)

Mensagens : 559
Data de inscrição : 11/01/2009
Localização : RJ

MensagemAssunto: Re: A BISEXUALIDADE NA OBRA DA ANNE RICE.   3/8/2009, 11:21 pm

Eu não tenho certeza se o Louis é realmente apaixonado pelo Lestat não.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lady Mandy
avatar
Armand (300)
Armand (300)

Mensagens : 453
Data de inscrição : 03/01/2009
Localização : Around the World

MensagemAssunto: Re: A BISEXUALIDADE NA OBRA DA ANNE RICE.   3/9/2009, 12:06 am

tenho pra mim q o próprio Louis non sabe como se sente sobre o Lestat de verdade...

akela velha historia de "amor e ódio", "entre tapas e beijos" XDDDDDDDD
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Gabrielle de Lioncourt
avatar
Co-Adm
Co-Adm

Mensagens : 3389
Data de inscrição : 05/01/2009
Localização : Around The World

MensagemAssunto: Re: A BISEXUALIDADE NA OBRA DA ANNE RICE.   3/9/2009, 1:11 pm

Ah, quanto a isso... creio que o Louis ama sim Lestat. Mas eu acho que não gosta muito das atitudes do Lestat, e que ele odeia amá-lo, mas não pode mudar isso, não consegue deixar de amar Lestat. Assim, ocasiona as tradicionais brigas de casais dos dois. Tipico "tapas e beijos" mesmo.

_________________
“E assim, estendemos a mão para o caos furioso, apanhamos alguma coisa pequena e brilhante e nos agarramos a ela, dizendo para nós mesmos que ela tem significado, que o mundo é bom, que não somos a encarnação do mal e que no fim iremos pra casa.”

-
-
-

"Estaria sempre dividido. Sempre haveria a dor. Dor e prazer interligando-se e moldando-o, mas um, na verdade, jamais se sobrepondo ao outro; nunca haveria paz."



Assinatura


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.thesenseofdoubt.blogspot.com/
Convidado

Convidado


MensagemAssunto: Re: A BISEXUALIDADE NA OBRA DA ANNE RICE.   3/9/2009, 1:55 pm

O Louis ama o Lestat sim,
Spoiler:
 

O Khayman mesmo falou isso, em A Rainha dos Condenados.

E realmente ele não era bi quando vivo. Fora que entre suas idas e vindas, ele sempre "tropeça" em alguma mulher, a Babette, a Claudia, a Merrick, sem contar a Gabrielle (muito suspeito o fato de ele andar pra cima e pra baixo com ela em Rainha),
Spoiler:
 

Salvo outros também: o próprio Khayman, o Santino e o Mael.

*rindo do "salvo"*
Voltar ao Topo Ir em baixo
Gabrielle de Lioncourt
avatar
Co-Adm
Co-Adm

Mensagens : 3389
Data de inscrição : 05/01/2009
Localização : Around The World

MensagemAssunto: Re: A BISEXUALIDADE NA OBRA DA ANNE RICE.   3/9/2009, 2:44 pm

Vamos ver se aprendi a por spoiler... (sim, até hoje não sabia... eu sou meio lenta)

Spoiler:
 

Sim, eu me lembro dessa passagem em "A Rainha", pela "boca" do Khayman: "Louis, o observador, o paciente, está lá pura e simplesmente por amor. Os dois tinham se reencontrado na véspera, e seu encontro foi uma coisa extraordinária. Louis iria aonde Lestat o levasse. Louis pereceria se Lestat perecesse. Mas seus temores e suas esperanças para essa noite eram comovedoramente humanos."

Fora outras passagens apaixonadas...o "Eu te amo", no Ladrão...entre outros"
Spoiler:
 

Mas tipo, uma coisa que eu já disse antes: o amor do Louis é destrutivo, basta analisar e ver. Com todos, o Lestat, ou qualquer outro. De alguma forma, prejudica, machuca, ou dá em brigas colossais, alguma das opções, ou todas. Razz

É, o Khayman não era bi... Mael e Santino não sei muita coisa sobre eles não, guardo para vocês que já conhecem melhor a obra...

(Yes, deu certo o aviso do spoiler! To aprendendo a mexer melhor no fórum..)

_________________
“E assim, estendemos a mão para o caos furioso, apanhamos alguma coisa pequena e brilhante e nos agarramos a ela, dizendo para nós mesmos que ela tem significado, que o mundo é bom, que não somos a encarnação do mal e que no fim iremos pra casa.”

-
-
-

"Estaria sempre dividido. Sempre haveria a dor. Dor e prazer interligando-se e moldando-o, mas um, na verdade, jamais se sobrepondo ao outro; nunca haveria paz."



Assinatura


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.thesenseofdoubt.blogspot.com/
Gabrielle de Lioncourt
avatar
Co-Adm
Co-Adm

Mensagens : 3389
Data de inscrição : 05/01/2009
Localização : Around The World

MensagemAssunto: Re: A BISEXUALIDADE NA OBRA DA ANNE RICE.   3/9/2009, 5:47 pm

Nossa, agora que eu vi..

Como eu pus passagens dos livros aqui! Não só aqui,nos outros tópicos também! Como eu, que sou uma total cabeça de vento, consegui me lembrar de todas pra postar? scratch

_________________
“E assim, estendemos a mão para o caos furioso, apanhamos alguma coisa pequena e brilhante e nos agarramos a ela, dizendo para nós mesmos que ela tem significado, que o mundo é bom, que não somos a encarnação do mal e que no fim iremos pra casa.”

-
-
-

"Estaria sempre dividido. Sempre haveria a dor. Dor e prazer interligando-se e moldando-o, mas um, na verdade, jamais se sobrepondo ao outro; nunca haveria paz."



Assinatura


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.thesenseofdoubt.blogspot.com/
Jaja de Lioncourt
avatar
Administrador
Administrador

Mensagens : 6550
Data de inscrição : 03/01/2009
Localização : New Orleans

MensagemAssunto: Re: A BISEXUALIDADE NA OBRA DA ANNE RICE.   3/10/2009, 12:46 am

Esquenta não, Gabs querida. E sim, eu entendi o que vc quis dizer lá em cima. Smile

_________________
Bebe comigo?

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ailhadanoite.forumeiros.com
Convidado

Convidado


MensagemAssunto: Re: A BISEXUALIDADE NA OBRA DA ANNE RICE.   3/10/2009, 8:56 am

Gabs, eu não consegui ler os spoilers. Não apareceu nada quando eu cliquei. o.O
Voltar ao Topo Ir em baixo
Gabrielle de Lioncourt
avatar
Co-Adm
Co-Adm

Mensagens : 3389
Data de inscrição : 05/01/2009
Localização : Around The World

MensagemAssunto: Re: A BISEXUALIDADE NA OBRA DA ANNE RICE.   3/10/2009, 12:31 pm

Blz, então, Lestat... Wink

É que Delphine, eu postei de forma errada o spoiler... eu ainda aprendo a mexer!
Pus so o avisinho do spoiler, e o spoiler é a mensagem abaixo mesmo, a da fala do Khayman. Mas nem precisava, todo mundo aqui já leu aquelas partes... Very Happy

_________________
“E assim, estendemos a mão para o caos furioso, apanhamos alguma coisa pequena e brilhante e nos agarramos a ela, dizendo para nós mesmos que ela tem significado, que o mundo é bom, que não somos a encarnação do mal e que no fim iremos pra casa.”

-
-
-

"Estaria sempre dividido. Sempre haveria a dor. Dor e prazer interligando-se e moldando-o, mas um, na verdade, jamais se sobrepondo ao outro; nunca haveria paz."



Assinatura


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.thesenseofdoubt.blogspot.com/
Jaja de Lioncourt
avatar
Administrador
Administrador

Mensagens : 6550
Data de inscrição : 03/01/2009
Localização : New Orleans

MensagemAssunto: Re: A BISEXUALIDADE NA OBRA DA ANNE RICE.   3/11/2009, 1:14 am

Nem eu sei fazer esse lance do SPOILER.

Se alguma alma caridosa daqui do Forum quiser explicar, por favor diga como lá na sessão DÚVIDAS.

_________________
Bebe comigo?

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ailhadanoite.forumeiros.com
Gabrielle de Lioncourt
avatar
Co-Adm
Co-Adm

Mensagens : 3389
Data de inscrição : 05/01/2009
Localização : Around The World

MensagemAssunto: Re: A BISEXUALIDADE NA OBRA DA ANNE RICE.   3/11/2009, 4:28 pm

Aprendi como se faz Lestat, e criei um tópico lá na sessão de dúvidas. Very Happy

_________________
“E assim, estendemos a mão para o caos furioso, apanhamos alguma coisa pequena e brilhante e nos agarramos a ela, dizendo para nós mesmos que ela tem significado, que o mundo é bom, que não somos a encarnação do mal e que no fim iremos pra casa.”

-
-
-

"Estaria sempre dividido. Sempre haveria a dor. Dor e prazer interligando-se e moldando-o, mas um, na verdade, jamais se sobrepondo ao outro; nunca haveria paz."



Assinatura


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.thesenseofdoubt.blogspot.com/
Jaja de Lioncourt
avatar
Administrador
Administrador

Mensagens : 6550
Data de inscrição : 03/01/2009
Localização : New Orleans

MensagemAssunto: Re: A BISEXUALIDADE NA OBRA DA ANNE RICE.   3/11/2009, 5:52 pm

Beleza lindinha!!! Very Happy

_________________
Bebe comigo?

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ailhadanoite.forumeiros.com
O Vampiro Armand
avatar
Daniel (50)
Daniel (50)

Mensagens : 85
Data de inscrição : 25/01/2009

MensagemAssunto: Re: A BISEXUALIDADE NA OBRA DA ANNE RICE.   3/16/2009, 2:33 am

Que legal isso dos Spoilers. xD
Bom, eu sou totalmente suspeito pra falar. Eu já disse que concordo (acho que com a Gabrielle?) com a questão das mulheres não serem interessantes naquela época. Por isso a preferência dos nossos queridos vampiros. Mas, eu escrevo várias histórias, e em uma delas tenho um personagem bissexual. Ele é o personagem mais complexo e incrível que tenho, e acho que muito dele me veio da inspiração no próprio Lestat. Devido a isso (e a outras coisas) eu encaro bissexualidade, incesto (algo que esse mesmo personagem também comete), etc, com uma naturalidade que as pessoas estranham.
Acho que nos livros da Anne isso é um ponto bem favorável. Afinal, qual visão destituída de limites e preconceitos não torna algo melhor?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Jaja de Lioncourt
avatar
Administrador
Administrador

Mensagens : 6550
Data de inscrição : 03/01/2009
Localização : New Orleans

MensagemAssunto: Re: A BISEXUALIDADE NA OBRA DA ANNE RICE.   3/16/2009, 3:18 am

E quando vc irá compartilhar suas histórias copnosco, Armand?

_________________
Bebe comigo?

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ailhadanoite.forumeiros.com
Gabrielle de Lioncourt
avatar
Co-Adm
Co-Adm

Mensagens : 3389
Data de inscrição : 05/01/2009
Localização : Around The World

MensagemAssunto: Re: A BISEXUALIDADE NA OBRA DA ANNE RICE.   3/16/2009, 3:09 pm

Comigo sim, Armand... Very Happy

Acho que disse bem, algo sem preconceitos e conceitos atrasados torna a leitura mais prazerosa...

_________________
“E assim, estendemos a mão para o caos furioso, apanhamos alguma coisa pequena e brilhante e nos agarramos a ela, dizendo para nós mesmos que ela tem significado, que o mundo é bom, que não somos a encarnação do mal e que no fim iremos pra casa.”

-
-
-

"Estaria sempre dividido. Sempre haveria a dor. Dor e prazer interligando-se e moldando-o, mas um, na verdade, jamais se sobrepondo ao outro; nunca haveria paz."



Assinatura


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.thesenseofdoubt.blogspot.com/
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: A BISEXUALIDADE NA OBRA DA ANNE RICE.   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 

A BISEXUALIDADE NA OBRA DA ANNE RICE.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 4 de 10Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10  Seguinte

 Tópicos similares

-
» The Hollies - Carrie Anne.
» Conjunto da obra, a justa homenagem aos operários da Música.
» Vídeo: Anne Cox na BBC Rádio
» Sem estrondo ou qualquer tipo de explosão
» Cable Lifters - Ou como levantar os cabos do chão

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
A Ilha da Noite :: OS VAMPIROS :: OS LIVROS-