A Ilha da Noite

Para aqueles que amam o maravilhoso mundo criado pela Mestra inigualável Anne Rice. Lestat, Louis, Armand, Marius, Mayfairs, A Talamasca... Todos estão aqui.
 
InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 A BISEXUALIDADE NA OBRA DA ANNE RICE.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10
AutorMensagem
Jaja de Lioncourt
avatar
Administrador
Administrador

Mensagens : 6550
Data de inscrição : 03/01/2009
Localização : New Orleans

MensagemAssunto: Re: A BISEXUALIDADE NA OBRA DA ANNE RICE.   11/26/2012, 5:57 am

Perfeitas as suas colocações, Lafs.

O Lestat, quando humano, passa noites com o Nicholas sim.

Nat, Eudoxia e Zenóbia só aparecem em Sangue e Ouro, onde Marius detalha a sua história. E a bruxa que se vestia de homem era a Mary Beth, filha de Julien.

_________________
Bebe comigo?

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ailhadanoite.forumeiros.com
Natacha
avatar
Louis (100)
Louis (100)

Mensagens : 284
Data de inscrição : 09/03/2012
Localização : Rússia

MensagemAssunto: Re: A BISEXUALIDADE NA OBRA DA ANNE RICE.   11/26/2012, 1:16 pm

Verdade! Como eu pude me esquecer das noites do mestre com o Nicolas Shocked
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lafayette
avatar
Maharet (2000)
Maharet (2000)

Mensagens : 2182
Data de inscrição : 08/07/2010
Localização : Londres

MensagemAssunto: Re: A BISEXUALIDADE NA OBRA DA ANNE RICE.   11/26/2012, 6:25 pm

Eu lembro deles terem dormindo juntos, mas não lembro se foi descrito algo mais direto. Vai que eles só tavam dividindo a cama pra dormir mesmo -QQQ


Última edição por Lafayette em 11/26/2012, 8:19 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Jaja de Lioncourt
avatar
Administrador
Administrador

Mensagens : 6550
Data de inscrição : 03/01/2009
Localização : New Orleans

MensagemAssunto: Re: A BISEXUALIDADE NA OBRA DA ANNE RICE.   11/26/2012, 6:51 pm

Suspect

_________________
Bebe comigo?

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ailhadanoite.forumeiros.com
Gabrielle de Lioncourt
avatar
Co-Adm
Co-Adm

Mensagens : 3389
Data de inscrição : 05/01/2009
Localização : Around The World

MensagemAssunto: Re: A BISEXUALIDADE NA OBRA DA ANNE RICE.   11/26/2012, 8:11 pm

Né Lafs? Quem nunca deu um beijo (em local não específicado) no seu colega e chamou ele pra cama depois, só pra dividir uma cama, mesmo? Isso é malícia do povo -qq

_________________
“E assim, estendemos a mão para o caos furioso, apanhamos alguma coisa pequena e brilhante e nos agarramos a ela, dizendo para nós mesmos que ela tem significado, que o mundo é bom, que não somos a encarnação do mal e que no fim iremos pra casa.”

-
-
-

"Estaria sempre dividido. Sempre haveria a dor. Dor e prazer interligando-se e moldando-o, mas um, na verdade, jamais se sobrepondo ao outro; nunca haveria paz."



Assinatura


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.thesenseofdoubt.blogspot.com/
Lafayette
avatar
Maharet (2000)
Maharet (2000)

Mensagens : 2182
Data de inscrição : 08/07/2010
Localização : Londres

MensagemAssunto: Re: A BISEXUALIDADE NA OBRA DA ANNE RICE.   11/26/2012, 8:16 pm

Né, Gabs? Normal isso.

Verdade, não lembrava que tinha beijo. Mas sei lá, vai ver era só beijo na bochecha, tipo de boa noite, antes de ir pra cama dormir.

E também a hospedagem era cara naqueles tempos, nada mais natural que pagar por uma só cama.


Última edição por Lafayette em 11/26/2012, 9:18 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lafayette
avatar
Maharet (2000)
Maharet (2000)

Mensagens : 2182
Data de inscrição : 08/07/2010
Localização : Londres

MensagemAssunto: Re: A BISEXUALIDADE NA OBRA DA ANNE RICE.   11/26/2012, 8:32 pm

Mas falando sério agora. Será que eles chegaram a se pegar mesmo? Porque a Anne costuma ser mais descritiva nessas cenas, e com os dois não é mencionado nada além de 'beijinhos'.

Ou vai ver a Anne foi ficando mais safadinha ao longo das crônicas e aí no começo deixava nas entrelinhas mesmo xD
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Natacha
avatar
Louis (100)
Louis (100)

Mensagens : 284
Data de inscrição : 09/03/2012
Localização : Rússia

MensagemAssunto: Re: A BISEXUALIDADE NA OBRA DA ANNE RICE.   11/26/2012, 11:25 pm

Bem provável isso, tanto que na história do Lestat mortal ela não da descrições. Mais assim, pelo que eu acho da atração que ele teve pelo Nicolas como mortal mesmo... É beeeeeeem capaz. Mas claro, concordo com a Gabrielle de Lioncourt; Quem nunca deu um beijo (em local não específicado) no seu colega e chamou ele pra cama depois, só pra dividir uma cama.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Gabrielle de Lioncourt
avatar
Co-Adm
Co-Adm

Mensagens : 3389
Data de inscrição : 05/01/2009
Localização : Around The World

MensagemAssunto: Re: A BISEXUALIDADE NA OBRA DA ANNE RICE.   11/27/2012, 12:41 am

Concordo com tu Lafs, no começo acho que a Anne realmente deixava as coisas nas entrelinhas, porque apesar de ser terrivelmente óbvio o amor eterno que há algo rolando entre o Lestat e o Louis, as coisas ficam nas entrelinhas. Em O Vampiro Lestat, o Lestat é mesmo mais 'discreto' em relação aos encontros sexuais, mesmo em relação as garotas, são apenas comentários não-descritivos se me lembro bem, então por essa falta de descrição total, pra mim o Nicolas e o Lestat estavam tão totalmente se pegando.

Com o tempo a coisa mudou - o Armand nos conta nos mínimos detalhes os encontros sexuais de ambos os sexos e tem Memnoch
Spoiler:
 

_________________
“E assim, estendemos a mão para o caos furioso, apanhamos alguma coisa pequena e brilhante e nos agarramos a ela, dizendo para nós mesmos que ela tem significado, que o mundo é bom, que não somos a encarnação do mal e que no fim iremos pra casa.”

-
-
-

"Estaria sempre dividido. Sempre haveria a dor. Dor e prazer interligando-se e moldando-o, mas um, na verdade, jamais se sobrepondo ao outro; nunca haveria paz."



Assinatura


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.thesenseofdoubt.blogspot.com/
Jaja de Lioncourt
avatar
Administrador
Administrador

Mensagens : 6550
Data de inscrição : 03/01/2009
Localização : New Orleans

MensagemAssunto: Re: A BISEXUALIDADE NA OBRA DA ANNE RICE.   11/27/2012, 4:03 am

Meninas levadas!!! Twisted Evil

_________________
Bebe comigo?

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ailhadanoite.forumeiros.com
Paola Thompson
avatar
Armand (300)
Armand (300)

Mensagens : 369
Data de inscrição : 21/12/2012
Localização : Rio de Janeiro - Brasil

MensagemAssunto: Re: A BISEXUALIDADE NA OBRA DA ANNE RICE.   1/17/2013, 9:26 am

Quando eu li o Vampiro Lestat, sempre vi Nicolas e Lestat como amantes. Agora comecei a duvidar. Tenho q reler isso!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário https://www.facebook.com/paolathompsonn
Ísis Draculea
avatar
Louis (100)
Louis (100)

Mensagens : 176
Data de inscrição : 22/04/2012
Localização : Timisoara, Romênia

MensagemAssunto: Re: A BISEXUALIDADE NA OBRA DA ANNE RICE.   1/17/2013, 11:18 am

Gabrielle de Lioncourt escreveu:
Concordo com tu Lafs, no começo acho que a Anne realmente deixava as coisas nas entrelinhas, porque apesar de ser terrivelmente óbvio o amor eterno que há algo rolando entre o Lestat e o Louis, as coisas ficam nas entrelinhas. Em O Vampiro Lestat, o Lestat é mesmo mais 'discreto' em relação aos encontros sexuais, mesmo em relação as garotas, são apenas comentários não-descritivos se me lembro bem, então por essa falta de descrição total, pra mim o Nicolas e o Lestat estavam tão totalmente se pegando.

Com o tempo a coisa mudou - o Armand nos conta nos mínimos detalhes os encontros sexuais de ambos os sexos e tem Memnoch
Spoiler:
 

Concordo em grau gênero e número. Quanto à Memnoch...Bom, eu achei o tal spoiler naquela página, o "Vampiros da Anne Rice" (que se não me engano pertence à Aline) e quando comentei com as minhas amigas elas focaram mais no sangue do que na coisa em si geek ... Pra mim, acho que a Anne foi se soltando desse tipo de trava ao longo das Crônicas e, fora as séries com temática mais religiosa - As Crônicas (ou seriam contos?, Sei lá! scratch ) do Serafim (aquela lá dos anjos confused ) e a do Cristo Senhor - ela levou isso pras outras séries, prova disso é aquela série da Bela Adormecida...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Natacha
avatar
Louis (100)
Louis (100)

Mensagens : 284
Data de inscrição : 09/03/2012
Localização : Rússia

MensagemAssunto: Re: A BISEXUALIDADE NA OBRA DA ANNE RICE.   1/17/2013, 12:25 pm

Chegou nas Bruxas Mayfair a tia já tava soltinha HAHAHAHAHAH
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Jacy
avatar
Merrick (20)
Merrick (20)

Mensagens : 32
Data de inscrição : 05/12/2012
Localização : Salvador

MensagemAssunto: Re: A BISEXUALIDADE NA OBRA DA ANNE RICE.   1/17/2013, 12:33 pm

Vixi, nunca vi nada nas entrelinhas...pelo contrário, acho que a Anne só não deixava explícito no começo, não era um"50 tons de cinza" digamos assim... mas vejo tudo bem mais simples...são personagens todos livres sexualmente, sem amarras sociais já conhecidas, e se encantam muito pela beleza, seja feminina, seja masculina (tem algum personagem da Anne que seja feio?)

Quando li Entrevista com o Vampiro até achei que o relacionamento de Lestat e Louis e a pequena Cláudia com dois pais é uma alegoria para o casamento homossexual e adoção...ela afirmando por meio de sua obra que é favor... não sei se vocês enxergam assim.


(Não li todas as mensagens, por medo de spoiler...)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Anjo Negro
avatar
Merrick (20)
Merrick (20)

Mensagens : 23
Data de inscrição : 28/01/2013

MensagemAssunto: Re: A BISEXUALIDADE NA OBRA DA ANNE RICE.   1/28/2013, 8:49 am

Lendo comentários mais antigos desse tópico percebi que muita gente se expressa mal quando fala da homo/bissexualidade. Alguns tratam como "opção" ou escolha sexual e não como o termo certo que é "orientação sexual" que quer dizer condição sexual da pessoa.

Achei muito estranho algumas pessoas dizerem que o Armand foi influenciado a se tornar bissexual, já que isso nunca aconteceu, pelo menos no meu ponto de vista. Depois dos estupros que ele sofreu no inicio do livro, ele nunca foi forçado a fazer nada, muito menos a ter relações com outros homens, ou seja, ele teve porque quis, ele dormia com os rapazes nos prostíbulos porque quis, dormia com o Marius porque quis, dormia com o Lorde Ingles porque quis e ponto. Não houve qualquer forsação de barra pra ele se "tornar" bissexual, um estupro não faz uma pessoa passar a ser gay ou bi, pelo contrário, seria mais sensato ele passar a ter aversão ao contato com outros homens depois de sofrer daquele jeito, mas não, ele por livre e espontanea vontade passa a se relacionar com outros homens. Ele já era bissexual, só não havia descoberto isso ainda, ele era novo, ainda não tinha uma sexualidade definida, mas a partir do momento que ele experimentou a coisa e gostou, ficou definido que ele era bi e pronto, ele já nasceu bissexual, não foi forçado ou influenciado a ser isso.

Ninguém escolhe/opta por ser gay, hetero, ou bi, simplesmente o é. Ou tu sente desejo por alguém do mesmo sexo ou não, não é um estupro ou influencia de terceiros que vai determinar se tu sente desejo ou não. As pessoas simplesmente são o que são, trauma não define sexualidade. Eu por exemplo sou gay, sempre fui e sempre serei, nunca me aconteceu nada que me levasse a "escolher" ser gay, nem que me fizesse me "tornar" gay contra minha vontade, nem na infancia e nem na adolescencia. Eu não escolhi ser gay, não é possível uma pessoa escolher por quem vai se apaixonar ou quem vai desejar, isso simplesmente acontece, eu já nasci sendo assim e pronto.

Acredito Armand seja dessa forma, ele é bissexual por natureza, ninguém nunca o obrigou a se deitar com homens, (fora o estupro, que mesmo assim não influencia nisso, se ele fosse hetero continuaria sendo mesmo depois disso), Marius apenas quis que ele experimentasse os prazeres da vida, ele o fez porque quis e teve vontade, porque sentia desejo tanto por homens quanto por mulheres.

Não acho que seja exagerado essa questão da bissexualidade nos livros, acho que Anne dosou na medida certa em relação a isso e realmente os livros não teriam o mesmo encanto se fosse diferente. É o que eu acho.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Jacy
avatar
Merrick (20)
Merrick (20)

Mensagens : 32
Data de inscrição : 05/12/2012
Localização : Salvador

MensagemAssunto: Re: A BISEXUALIDADE NA OBRA DA ANNE RICE.   1/28/2013, 2:39 pm

Ótimo texto, Anjo Negro.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: A BISEXUALIDADE NA OBRA DA ANNE RICE.   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 

A BISEXUALIDADE NA OBRA DA ANNE RICE.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 10 de 10Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10

 Tópicos similares

-
» The Hollies - Carrie Anne.
» Conjunto da obra, a justa homenagem aos operários da Música.
» Vídeo: Anne Cox na BBC Rádio
» Sem estrondo ou qualquer tipo de explosão
» Cable Lifters - Ou como levantar os cabos do chão

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
A Ilha da Noite :: OS VAMPIROS :: OS LIVROS-