A Ilha da Noite

Para aqueles que amam o maravilhoso mundo criado pela Mestra inigualável Anne Rice. Lestat, Louis, Armand, Marius, Mayfairs, A Talamasca... Todos estão aqui.
 
InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Meus contos...

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Lady Dark
avatar
Louis (100)
Louis (100)

Mensagens : 139
Data de inscrição : 07/11/2011
Localização : guarulhos / sp

MensagemAssunto: Meus contos...   2/3/2012, 9:27 pm



O Encontro

Elena esta vá esperando uma pessoa como armando há muito tempo, e felizmente essa espera avia acabado. Aviam se conhecido pela internet e desde então passaram a se comunicar pelo MSN todos os dia até que numa bela noite os dois planejaram o encontro. Ele de um estado ela do outro, marcaram de se encontra numa casa que fora alugada especialmente para que os dois finalmente se conhecessem. O ligar escolhido foi campos do Jordão, uma cidade cuja descrição era perfeita e atrativa para os dois. A casa alugada era antiga e bem conservada. Muito bonita. Avia uma lareira grande e antiga. Belíssima. Estava frio e a dona da casa já avia preparado tudo para que seus hospedes ficarem bem acomodados. Avia lenha o suficiente para queimar a noite toda. Apesar de a despensa estar vazia eles poderiam pedir comida, só iriam ficar lá por uma noite mesmo.
Elena afastou os sofás que ficavam perto da lareira e forrou uns cobertores de pelo que a dona avia disponibilizado para ele pudessem passar a noite lá e logo em seguida a campainha tocou. Seria armando?
Controlou o entusiasmo e foi atender a porta. Era ele. Do mesmo jeito que na foto, mas com os cabelos mais curtos. Ela deu um passo para o lado para que ele entra se. Os ventos estavam fortíssimos e o frio muito pior. Armando não parecia empolgado. Tirou o casaco e colocou o sobre o sofá e parou para observa a lareira e os cobertores.
_Oque significa isso. Disse com um sorriso.
_Este frio não e só temos essa noite para conversa. Pensei em ficarmos perto da lareira.
Armando sorriu mais intensamente ainda.
_Claro que vamos conversa... A noite inteira.
Elena engoliu em seco as palavras que criaram naquele momento um clima tenso entre eles.

_Deve estar cansado. Tem um quarto preparado para você lá em cima._ Disse ela enquanto via Armando vindo em sua direção. Você pode tomar um banho e relaxar afinal, do Rio para cá deve ter sido muito cansativa... A viajem.
Armando estava perto de mais dela fazendo a respirar com dificuldade.
_ Já desço então.
Ela assentiu vendo se afastar e subir as escadas.
Algum tempo depois, tempo suficientemente para ela pedir algo para que eles dois pudessem comer, Armando desceu. Usando uma camisa social preta e jeans. Seu cabelo castanho estava molhado e jogados para traz. Elena não conseguia parar de olha lo. Em vão procurava um assunto, mas nenhum vinha à mente. Ele se aproximou e sentou-se ao seu lado na cama improvisada.
_Esta tudo bem?
_claro. _Disse ela._ pedi comida.
_Não estou com fome...
Armando a olhou profundamente nos olhos e sorriu.
_trouxe vinho você quer?
_Aceito.
Armando pegou a garrafa de vinho da bolsa e serviu aos dois. Enquanto bebiam falavam da vida que tinham. Ela ainda na faculdade cursando historia da arte e ele já ingressado na vida artística. Conversaram por um bom tempo até que o vinho acabou junto aos assuntos não restando nada além de olhares. Armando tomou a inicia de beija lá. Elena não fez nada além de corresponder a os toques e caricias que foram interrompidos depois de um tempo longo, mas curto para eles.
_O que ouve? ¬_Perguntou ela.
_E que eu volto amanha para o Rio e... Eu adorei vc. Não vou me contentar com uma noite apenas. E melhor ficarmos por aqui.
Decepcionada mas entendendo a reação de Armando, Elena assentiu e a noite para eles avia acabado.
No dia seguinte Armando voltou para o rio e ela para o centro de São Paulo levando com eles a lembrança de uma bela noite que apesar de não ter sido concretizada como ambos queriam naquele dia por causa da distancia entre eles avia valido apena viver.






Última edição por Eloisa Elenna em 3/6/2012, 4:19 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Felipe Almeida
avatar
Marius (1000)
Marius (1000)

Mensagens : 1079
Data de inscrição : 30/04/2010
Localização : Rio De Janeiro

MensagemAssunto: Re: Meus contos...   2/3/2012, 10:49 pm

Hum, interessante! What a Face
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://magicpaper.tumblr.com/
Convidado

Convidado


MensagemAssunto: Re: Meus contos...   2/7/2012, 6:00 pm

Interessante [2]

E perigoso. XD
Voltar ao Topo Ir em baixo
Lady Dark
avatar
Louis (100)
Louis (100)

Mensagens : 139
Data de inscrição : 07/11/2011
Localização : guarulhos / sp

MensagemAssunto: Re: Meus contos...   2/10/2012, 11:48 pm

Lucy Westenra escreveu:
Interessante [2]

E perigoso. XD

É Lucy uma situação muito perigosa mesmo... mas acho que eles vão ser grandes amigos apenas.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Convidado

Convidado


MensagemAssunto: Re: Meus contos...   2/11/2012, 12:17 am

Haaaaaaaaaaaaaaaaaa...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Lady Dark
avatar
Louis (100)
Louis (100)

Mensagens : 139
Data de inscrição : 07/11/2011
Localização : guarulhos / sp

MensagemAssunto: Re: Meus contos...   3/7/2012, 1:32 am

Oi galerinha faz tempo que não entro aqui em casa sabe então decidi postar a segunda parte dessa historia para ela ganhar um gostinho a mas...



O Encontro

II parte

Armando por messes pensou em Elena, mas ela já não telefonava nem mandava mensagens, devia estar magoada pelo encontro frustrado de ambos porem ele avia sido o mais sincero possível com ela coisa que nunca avia feito com uma mulher. Não negava q era mulherengo e que não se prendia a nenhuma delas, mas Elena foi diferente. Estava apaixonado por ela.
Por volta de meio dia saiu do Studio para almoçar, estava surpreendentemente frio o dia o que fez Armando relembrar Elena. já não suportando mais decidiu ir para são Paulo na próxima semana . Iria combinar tudo com seu chefe e depois era só matar a saudades. Depois do almoço ligou para o Studio e avisou q não iria mas voltar e deu qualquer desculpa que conseguiu inventar no momento. Queria andar não estava com cabeça para trabalho. Caminhou até o fim da tarde. Estava no calçadão de Ipanema quando uma rajada de vento o fez se arrepiar. Esfregou os braços tentando afastar o frio, mas era impossível. Decidiu ir embora antes que pegasse um resfriado ai adeus viagem.
Fazendo o caminha de volta derepentemente Armando sentiu sua mão ser agarrada por outra ele se virou e seus olhos encontraram os de Elena sorrindo para ele.
__ Você aqui? _Perguntou.
__Sim vim me despedir de você.
Despedir?
__ Mas agora não fala nada me tira daqui.
__para onde você quer ir?
__ para onde estejamos sozinhos. Só eu e você.
Não demorou muito para os dois estarem no apartamento de armando. Elena parecia pálida e um pouco fria, mas e daí ela estava com ele. Iria matar a saudade mais sedo do que imaginava.
__ Eu esperei você me ligar, mas você sumiu. Tive que vir.
__Me desculpe. ¬_ disse ele percebendo o tamanho da gravidade do seu erro.__ Não quis te magoar. Mas agora você esta aqui e...
__ shhhh esquece tudo.
Armando se sentiu seduzido pelos lábios de Elena e não resistiu a tentação de beija-la , de tocara como nunca na vida, como queria no dia do primeiro encontro em campos do Jordão em frente lareira mas aquele momento avia chegado e ele aproveitaria o máximo.
No dia seguinte ele se levantou meio atordoado como se tivesse batido a cabeça, mas as lembranças de Elena ainda estavam naquele quarto, ele podia sentir o gosto do seu beijo ainda na boca. Levantou se da cama e a procurou por todo o apartamento. Lembrou se eu a ultima coisa que ela disse foi adeus antes dele dormir. Teria ela ido embora. Ele a esperou por três dias, mas ela não veio. Armando então pegou o carro e caiu na estrada.
Chegando a são Paulo com muita dificuldade ele chegou ao endereço que ela avia lhe dado na noite da lareira. Bateu na porta e chamou por ela. Um homem moreno saiu e disse para ele ir embora que ele não tinha nada o que fazer por lá.
Armando não entendendo o motivo da ignorância continuou a insistir e uma mulher aparentando seus quarenta anos saiu dessa vez. Estava chorando muito e pedindo para que ele fosse embora.
Ainda sem entender armando encostou se no carro injuriado. Ele não avia feito nada de
mais e ela pelo menos podia ter vindo falar com ele. Sem que ele percebesse um homem se aproximou dele e disse:
__ Você parece não saber do que aconteceu não é?
__Outro lunático do que você esta falando?
O homem não falou mais nada apenas pediu para que Armando o seguisse.
Juntos os dois foram a um cemitério e o homem o guiou por entre as lapides ate os jazido e pararam na frente de um preto. Armando sentiu seu coração acelerar seu mundo girou e ele perdeu as forças caindo ajoelhado na frente do tumulo escrito:
Aqui já um anjo
Descanse em paz Elena
Armando chorando perguntou o porquê daquilo e quando avia sido então o homem respondeu que ela avia sido assaltada enquanto voltava de uma viagem que ela avia feito para campus do Jordão, que os assaltantes aviam na estuprado e deixado a na beira da estrada. Ela ficou em coma por messes e avia não resistido e faleceu.
__ Hoje faz seis dias moço._ O homem se agachou perto de Armando.__ Ela esperou por você.
Logo em seguida o homem foi embora deixando Armando sozinho em lagrimas debruçado sobre o jazido de Elena.
Há seis dias eles aviam se encontrado...
Há seis dias eles ficaram juntos...
Há seis dias... Ela fora lhe dar adeus.

Moral da historia: Nunca deixe de fazer amanha o que você pode fazer hoje... o amanha pode não existir...
Espero que tenham gostado.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Felipe Almeida
avatar
Marius (1000)
Marius (1000)

Mensagens : 1079
Data de inscrição : 30/04/2010
Localização : Rio De Janeiro

MensagemAssunto: Re: Meus contos...   3/7/2012, 12:30 pm

Eita !!!! Suspect
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://magicpaper.tumblr.com/
Convidado

Convidado


MensagemAssunto: Re: Meus contos...   3/10/2012, 12:45 am

Caramba, essa foi de lasca.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Meus contos...   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 

Meus contos...

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

 Tópicos similares

-
» Meus brinquedos
» Meus Estudos - Leandro Araujo
» Meus vizinhos são estranhos........
» Vivo feliz quando estou longe dos meus pais
» Quinto Contraponto: Tributo aos meus fiéis parceiros de composição musical.

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
A Ilha da Noite :: BIBLIOTECA SECULAR :: TOMANDO DA PENA-