A Ilha da Noite

Para aqueles que amam o maravilhoso mundo criado pela Mestra inigualável Anne Rice. Lestat, Louis, Armand, Marius, Mayfairs, A Talamasca... Todos estão aqui.
 
InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 "Não fui feita para sofrer..."

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Pilar
avatar
Daniel (50)
Daniel (50)

Mensagens : 95
Data de inscrição : 23/04/2011
Localização : Hell de Janeiro

MensagemAssunto: "Não fui feita para sofrer..."   5/16/2011, 2:37 pm

Bem, estou tomando vergonha na cara e escrevendo!!

Surprised

Ficou um pouco grandinho, me perdoem...



"Não fui feita para sofrer..."


Nova Orleans - 1889


A noite se aproximava. Calma e sem novidades. Eu já estava mais do que cansada e não iria ficar para o próximo turno no consultório. Me despedi do doutor e peguei a direção de casa.
As ruas estavam movimentadas e o Jazz tomou conta do ar. Por um momento não entendi o por quê.
Oh, era o Mardi Gras. Esqueci completamente! Agora eu teria que usar de minha infinita paciência para chegar em casa. Pensei que a noite seria tranquila...

Uma infinidade de belas máscaras, colares, tons de dourado, verde e roxo reinavam nas ruas. Era impossível não perder o olhar diante de tanta alegria. Porém me dirigi até o café mais próximo para tentar passar o tempo, já que eu não iria conseguir chegar em casa tão cedo.

Lá dentro a festa parecia assumir um ar mais comportado, mas não tinha desaparecido. Os mascarados e fantasiados conversavam, davam risadas e dançavam ao som da pequena banda no fundo do salão. Eu observava distraída o decorrer da festa. Porém uma pessoa me despertou a curiosidade.

No fundo do estabelecimento, em uma mesa mal iluminada, estava um rapaz que aparentava não ter mais que trinta anos. Tinha os cabelos dourados e compridos, presos por uma fita. Suas roupas minuciosamente decoradas sugeriam que era muito rico. Deveria ser dono de alguma fazenda, plantação, ou senhor de escravos. Por um momento me senti indiscreta ao encara-lo, pois seu olhar cruzou com o meu e ele não parecia estar confortável com isso. Na verdade ele sondava o ambiente com impaciência e seus olhos estavam inquietos.

Virei o rosto e tentei me concentrar na banda que tocava. Porém havia algo de magnético naquele jovem. Apesar de estar aparentemente inquieto ele parecia querer que eu o olhasse. Resolvi pagar o café e me retirar, mas antes que pudesse fazê-lo tomei um susto. Ele estava na cadeira ao meu lado no balcão.

"-A assustei? Me perdoe..." Sua voz era tão atraente quanto sua aparência.

"-De modo algum! Eu estava... Distraída, apenas." Respondi com urgência na voz. Espero que ele não tenha percebido.

"-A senhorita é enfermeira?" Ele perguntou calmamente.

Por um momento me assustei com a pergunta. "Como ele sabe?", pensei. Mas acredito que ele tenha notado minha bolsa de couro, comum entre médicos e enfermeiros.

"-Sim monsieur."

"-Oh, graças ao bom Deus... Me perdoe a indelicadeza, sou Lestat De Lioncourt. Eu vim até aqui por que devido as festas ninguém se encontra em seu posto entende... Eu tenho uma emergência. Minha sobrinha está ardendo em febre e eu não sabia mais a quem recorrer. Acredito que os anjos a puseram em meu caminho senhorita..."

"-De Bortoli. Aimée De Bortoli."

"-Por favor, eu lhe pagarei muito bem... Oh, minha pobre sobrinha."

"-Será um prazer senhor. Por favor mantenha a calma, eu sei exatamente o que fazer."

Ele fez questão de pagar pelo café. O pobre homem estava nervoso. Me senti mal por julgá-lo. Um perfeito cavalheiro. Me levou até sua carruagem estacionada nos fundos do estabelecimento e tomamos a direção de sua casa na região portuária da cidade. No caminho ele contou sobre seu irmão que estava tomando conta da pequena enquanto ele procurava ajuda. Achei estranho um homem rico como ele não ter uma Ama em casa a disposição da criança, porém não lhe fiz perguntas.

O cocheiro estacionou em frente a porta de entrada. Lestat me ajudou a descer e carregou minha bolsa. Sua gentileza parecia maior que sua urgência.

"- Me acompanhe por favor." Ele disse ao adentrarmos a casa. Apressamos o passo ao subirmos a escada. "-LOUIS!" Ele gritou. Acredito que chamava pelo irmão.

"-Ela está bem. Você..." O outro rapaz interrompeu a frase ao me ver. "-Não Lestat..."

"-Ora essa, não seja indelicado! Mademoseille De Bortoli, este é meu irmão Louis."

"-Encantada Monsieur. Onde está a pequena? Se ela está com febre devemos agir rápido..."

Louis era tão belo quanto Lestat. Havia algo de sobrenatural nisso. Seus olhos eram claros demais. Os mais belos que já vi. Me senti um tanto insignificante com meus comuns olhos castanhos.
Os dois sussurravam como se estivessem prestes a discutir. Louis me olhava e em seguida encarava Lestat com desaprovação. Eu gostaria de entender o que estava acontecendo.

"-Venha minha cara, ela está esperando!" Lestat ignorou Louis e me tomou pelo braço até um aposento iluminado por velas. Deitada em uma cama de dossel, estava uma frágil menininha de cabelos dourados e despenteados. Ela ressonava pesadamente, parecia não dormir a dias.
Me aproximei dela e senti sua testa, a pobrezinha ardia em febre.

"-Monsieur, diga a sua criada para trazer compressas quentes e óleo mineral."

Lestat assentiu e deixou o aposento. Seu irmão continuava do outro lado da cama e parecia tentar proteger a menina.

"-O senhor não precisa se preocupar. Febres altas são normais nessa idade. São até sinal de saúde ouso dizer..."

"-Por favor, saia daqui. Eu imploro. Saia antes que ele volte." Louis disse com a voz trêmula.

"-O que? Não compreendo..." Eu estava confusa. Louis parecia tentar me dizer alguma coisa mas algo o impedia.

"-Louis... Peça desculpas á senhorita." Lestat não havia deixado o aposento ainda e encarava Louis com desapontamento. "-Perdoe meu irmão. Ele não sabe receber visitas, não fez por mal."

"-Oh, por favor eu não...."

"-Desculpe, poderia nos deixar á sós por um breve momento?" Louis me pediu friamente.

"-Sim, é claro."

Deixei o aposento e me sentei no divã do lado de fora e aguardei. Aquela situação era muito estranha. Eles iriam discutir enquanto a menina ardia em febre? Por que tanta excentricidade em uma hora dessas?
Um bom tempo se passou e a sineta tocou dentro do quarto. Eles estavam me chamando.
Quando adentrei o quarto, acredito ter presenciado um milagre. A pequena estava nos braços de Lestat, com as bochechas rosadas e um belo sorriso no rosto.

"-Oh, ela está melhor! Mas como monsieur..."

Antes que eu pudesse me dar conta, Lestat me agarrou pelo pescoço e senti uma fria lâmina cortar meu pesoço. Não gritei, não reagi. A dor era boa. Seus dedos seguravam meu pescoço gentilmente enquanto a lâmina em seu dedal cortava minha garganta.
Senti o sangue escorrer por minha pele até a curva dos seios. Quente. Vermelho. Porém aquela cena não me causava horror. Fui tomada por uma paz tremenda. Lestat com delicadeza me deitou em seu colo.
Ele tocou o rosto da menina, a olhou com malícia e em seguida olhou para mim.
A pequena se debruçou sobre minha garganta e senti dois pequenos dentes furarem o corte.

"-Devagar minha querida. São muito inocentes. Não foram feitas para sofrer..."

Desmaiei.

Paris
Ópera Populaire
1920


A ópera havia encerrado mais uma noite com maestria. Eu aguardava do lado de fora do camarote aonde eu tinha certeza que ele estava.
Minutos se passaram e de lá saiu Louis. Elegante. Com seus olhos gentis deslumbrados pelo esplendor da noite. Quando estes me fitaram, eu pude sentir todo o brilho sumir e dar lugar á uma lembrança de anos atrás, em um quarto mal iluminado em Nova Orleans.

"-Aimée?" Ele disse incrédulo.

"-Louis. Meu querido." Respondi "-A tanto tempo esperei por este encontro. Como queria ver mais uma vez os doces olhos de meu criador! Sua piedade me salvou da morte. Lestat estava certo. Não fui feita para sofrer..."
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Jaja de Lioncourt
avatar
Administrador
Administrador

Mensagens : 6550
Data de inscrição : 03/01/2009
Localização : New Orleans

MensagemAssunto: Re: "Não fui feita para sofrer..."   5/16/2011, 3:05 pm

Vergonha de que???????

Está ótima!!! Smile

_________________
Bebe comigo?

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ailhadanoite.forumeiros.com
Pilar
avatar
Daniel (50)
Daniel (50)

Mensagens : 95
Data de inscrição : 23/04/2011
Localização : Hell de Janeiro

MensagemAssunto: Re: "Não fui feita para sofrer..."   5/16/2011, 3:11 pm

Ah, sério Jaja??
*---*
Obrigada!
^^
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Catwoman
avatar
Armand (300)
Armand (300)

Mensagens : 330
Data de inscrição : 21/04/2011
Localização : London

MensagemAssunto: Re: "Não fui feita para sofrer..."   5/16/2011, 3:31 pm

OMG! Surtei enquanto lia, nossa eu sou fascinada, apaixonada, por leitura e sempre que tem fic's novas postadas, ah que necessidade de ler. Pilar a história está fantástica, amiga por favor, escreva mais, poste mais, please. Nossa sua descrição sobre nossos monsieur's foram explendorosas. Amei as palavras delicadas e cultas que usou no texto. Ficou mágico.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://supernaturald-s.ativoforum.com/
Pilar
avatar
Daniel (50)
Daniel (50)

Mensagens : 95
Data de inscrição : 23/04/2011
Localização : Hell de Janeiro

MensagemAssunto: Re: "Não fui feita para sofrer..."   5/16/2011, 3:54 pm

Aaah amore, obrigada!
^^

Eu pretendo escrever mais sim. Eu e Miti iremos criar uma entrevista juntas para o tópico. Eu passei o Lestat pra Gabs e agora vou pensar em outro personagem mais simples.

Obrigada novamente! Fico feliz que tenha gostado!
=D

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Catwoman
avatar
Armand (300)
Armand (300)

Mensagens : 330
Data de inscrição : 21/04/2011
Localização : London

MensagemAssunto: Re: "Não fui feita para sofrer..."   5/16/2011, 4:48 pm

Assim que se faz... Então teremos narrativas feitas em dueto? Apaixonante, com certeza a história ficou ótima... Irei acompanhar suas histórias amiga, estou ansiosa.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://supernaturald-s.ativoforum.com/
Miti~
avatar


Mensagens : 9
Data de inscrição : 14/05/2011
Localização : Paris

MensagemAssunto: Re: "Não fui feita para sofrer..."   5/16/2011, 6:52 pm

Aww, Pi, ficou ótima! E quanto maior, melhor, se me permite dizer. Envolvente, interessante e misteriosa. Sem falar que descreveu muito bem os personagens, principalmente o Lestat.
Gostei mesmo <3
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: "Não fui feita para sofrer..."   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 

"Não fui feita para sofrer..."

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

 Tópicos similares

-
» LaToya Jackson diz que sentiu a presença do irmão depois da sua morte
» O que todos devem saber antes de abrir a boca para falar mal de Michael Jackson!!!
» Bilhete: Michael manda um bilhete para os melhores fãs do mundo no Seminário Dia dos Namorados
» ESPECIAL I - Hoje é um dia muito Especial, então venho trazer um Presente para vocês Gostem e Curtam também...
» [YT] Razões para acreditar. Os bons são maioria (Comercial Coca- Cola)

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
A Ilha da Noite :: BIBLIOTECA SECULAR :: TOMANDO DA PENA-