A Ilha da Noite

Para aqueles que amam o maravilhoso mundo criado pela Mestra inigualável Anne Rice. Lestat, Louis, Armand, Marius, Mayfairs, A Talamasca... Todos estão aqui.
 
InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 As Noites de Selene.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7
AutorMensagem
Ísis Draculea
avatar
Louis (100)
Louis (100)

Mensagens : 178
Data de inscrição : 22/04/2012
Localização : Manda mensagem e descobre ^^

MensagemAssunto: Re: As Noites de Selene.   1/14/2013, 3:15 pm

Ô Malk, eu dei um - com o perdão do termo - puta chute sobre como seria a Selene fisicamente, dá uma olhada no tópico "Presentes" lá do Baile dos Vampiros, talvez te ajude XD
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ocaffelitterario.blogspot.com.br/
. Foxy .
avatar
Maharet (2000)
Maharet (2000)

Mensagens : 2251
Data de inscrição : 11/08/2010
Localização : Sem local definido

MensagemAssunto: Re: As Noites de Selene.   1/14/2013, 4:10 pm

Mas eu já falei com é a Selene fisicamente... já até postei umas imagens de como imagino que ela seja hahahaha.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://kafoxy.blogspot.com
Ísis Draculea
avatar
Louis (100)
Louis (100)

Mensagens : 178
Data de inscrição : 22/04/2012
Localização : Manda mensagem e descobre ^^

MensagemAssunto: Re: As Noites de Selene.   1/17/2013, 11:36 am

. Foxy . escreveu:
Mas eu já falei com é a Selene fisicamente... já até postei umas imagens de como imagino que ela seja hahahaha.

Mas Foxy eu fiz a imagem eras antes de ler as descrições, por isso foi um senhor chute mesmo farao
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ocaffelitterario.blogspot.com.br/
. Foxy .
avatar
Maharet (2000)
Maharet (2000)

Mensagens : 2251
Data de inscrição : 11/08/2010
Localização : Sem local definido

MensagemAssunto: Re: As Noites de Selene.   10/25/2015, 1:13 pm

Sentiram falta de Selene? Ela vai voltar.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://kafoxy.blogspot.com
Jaja de Lioncourt
avatar
Administrador
Administrador

Mensagens : 6571
Data de inscrição : 03/01/2009
Localização : New Orleans

MensagemAssunto: Re: As Noites de Selene.   10/25/2015, 2:55 pm

SELENEEEEEEEEEE!!!!

UHUUUULLLL!!!! bounce bounce bounce

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ailhadanoite.forumeiros.com
Malkav
avatar
Maharet (2000)
Maharet (2000)

Mensagens : 4268
Data de inscrição : 16/12/2010
Localização : Napoleonville

MensagemAssunto: Re: As Noites de Selene.   10/26/2015, 10:47 am

=

*o*
cara...vou até reler
alias fiquei devendo uma ilustração da Selene né?!
ok ok...assim que rolar vou com tudo o/
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
. Foxy .
avatar
Maharet (2000)
Maharet (2000)

Mensagens : 2251
Data de inscrição : 11/08/2010
Localização : Sem local definido

MensagemAssunto: Re: As Noites de Selene.   10/28/2015, 10:51 pm

Boa noite,

meus caros vampirinhos e vampirinhas. Sentiram minha falta? Claro que sim. Sei que desapareci, mas o que são alguns meses para a nossa relação? Não me queiram mal. É que eu tinha alguns séculos de solidão pra compensar. E estou compensando até agora com Alexandre..... ou Tarsício.

De fato, ainda estou procurando aquela minha casa. Está complicado porque tenho um ex amante vingativo e complicado, além de rico e imortal. Ás vezes me pergunto se Armand é escorpiano. Só isso explicaria tamanho desejo de vingança e energia sexual. Sim, recentemente descobri que os humanos voltaram a se interessar por astrologia. Achei um resgate histórico mais interessante do que péssimos costumes que se tinha no passado, como genocídio e falta de higiene. Por hora é isso que tenho para dizer.

Retorno o mais breve possível. Ouvi dizer que ele não vai a Veneza por motivo algum. Talvez eu devesse me mudar pra lá...... Prometi a Marius que ele sairia ileso do nosso encontro cósmico. Uma ameaça de fim do mundo pros vampiros é suficiente por pelo menos um século. Não queremos nada de catastrófico envolvendo Selene, Marius, Armand, Lestat ou David pelos próximos séculos.

Beijos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://kafoxy.blogspot.com
Jaja de Lioncourt
avatar
Administrador
Administrador

Mensagens : 6571
Data de inscrição : 03/01/2009
Localização : New Orleans

MensagemAssunto: Re: As Noites de Selene.   10/29/2015, 12:42 am

Estamos te esperando ansiosos, Selene linda!!!! I love you

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ailhadanoite.forumeiros.com
. Foxy .
avatar
Maharet (2000)
Maharet (2000)

Mensagens : 2251
Data de inscrição : 11/08/2010
Localização : Sem local definido

MensagemAssunto: Re: As Noites de Selene.   5/3/2018, 4:22 pm

Selene está de volta!

- Cuidado com os spoilers de O Príncipe Lestat -


Boa noite, vampirinhos e vampirinhas.

    Aqui é Selene que vos escreve…. Achei por bem quebrar o silêncio depois desses anos. Na verdade, foram os recentes acontecimentos em nossa “tribo” que me levaram a isso. Vocês devem ter acompanhado os fatos através das últimas publicações das “Crônicas Vampirescas”, como O Príncipe Lestat.
A princípio acho importante ressaltar meu desagrado com toda essa nomenclatura e roupagem monárquica. Me custa acreditar que seres submetidos durante milênios à opressão de uma “monarca” se curvem sem nenhuma resistência a colocar nossas vidas sob o julgo de um escolhido.
Trocamos uma Rainha dos Condenados por um príncipe moleque. Para onde caminhamos?

        Depois dos eventos relatados em A Rainha dos Condenados eu me entreguei novamente as paixões e aos amores perdidos. Meu adorado Khayman havia retornado pra mim. Pude finalmente declarar meu amor à Armand…. Em seguida conheci David na forma deslumbrante na qual ele foi trazido para o Sangue. Vivi muitas aventuras em nome desses amores. Mas virada do século XX pela primeira vez passei a questionar com que propósito tinha vivido todos esses anos. Ao ler as memórias de Marius e ter noção dos anos de dedicação à Aqueles que devem ser preservados, entender a missão de Maharet e sua grande família, e até mesmo a experiência de Armand como líder das Crianças de Satã e do Teatro dos Vampiros me fez sentir sem finalidade.

      Eu fui criada para ser uma Esposa de Sangue. A primeira e única que Khayman criaria. Passados os primeiros séculos, em que ele encontrava sentido na existência ao fazer novatos para combater o Sangue da Rainha, parou de criar novos bebedores de sangue. Eu fui a última. Criada por ter sido considerada perdida pro mundo. Khayman sentiu em mim a ingrata sina de alguém que iria morrer jovem no auge da vida. Ele me deu outra chance. Me apresentou uma alternativa que representava conhecimento eterno. Viver para sempre longe da doença e da morte. Nunca vou esquecer aquelas primeiras noites em que descobri a verdadeira liberdade. Distante de todo o aprisionamento que ser mulher me impunha. Eu era agora uma bebedora de sangue. Nunca uma Deusa…. Khayman sempre me fez entender qual nossa origem. E que de divinos nada temos. Assim como não somos de todo maus ou amaldiçoados. Somos feitos de acaso. Um acidente da natureza. Quando me criou ele tinha a intenção de se manter no mundo.
    Muitos de nós são criados assim. Como algo que dará sentido a existência amargurada de nossos criadores. Mas isso não me importava. Eu era livre. E amava Khayman. Eu só descobri recentemente o quão perdido para o mundo ele sempre esteve. Não faria diferença uma, duas ou três Selenes. Nunca poderíamos ter salvo Khayman da amargura de seu coração. De sua descrença no mundo. De seu despropósito. Ele foi o mais perdido de todos nós. Perdeu a cabeça nos primeiros anos mas sua sede de vingança o manteve em um sentido. Logo se perdeu. Da Primeira Cria só restaram ele e as gêmeas. E eu sou sua última descendente.
    Pretendo honrar sua memória nunca esquecendo de nossa história. Eu nunca consegui ser a companheira que ele merecia. Muito em parte por ele estar infinitamente distante de algo que eu pudesse alcançar e também por ser tão jovem e querer conhecer o mundo e suas belezas. Demorei séculos para entender que os desaparecimentos de Khayman não estavam relacionados a uma personalidade solitária.  Sim a loucura de sua mente perturbada pelos fantasmas do passado e pelos lapsos temporais nos quais ele não sabia o que estava fazendo.
      Quando nos separamos a primeira vez eu fiz o que precisava parar sobreviver. Aprendi a viver sozinha. Todos os truques que os vampiros espertos aprendem para continuar a existência no mundo mortal. Nunca tive problemas em administrar o ouro que recebi em enormes quantidades de Khayman. Aprendi a adquirir ouro eu mesma. Hoje sou rica como somos a maioria de nós. Mas nunca me ative aos luxos e aos prazeres das companhias mortais.

Me tornei uma caçadora implacável. Dediquei meus anos aperfeiçoar minhas habilidades para caçar e matar seres humanos. A única companhia que me era cara parecia perdida para sempre. Não me sentia forte para criar outros. Assim passei meu primeiro milênio. Aprendendo e caçando. Tendo meu próprio território no qual todo bebedor de sangue desavisado se tornava presa. Mas onde eu não vivia interruptamente. As vezes voltava de longas viagens e encontrava minha querida cidade Atenas tomada de pequenos vagabundos. Eles nunca tiveram nenhuma chance.

      Eu nunca esqueci Khayman mas jamais fui capaz de encontrá-lo. Por onde ele andava? Que estava fazendo? Porque não volta à Grécia por mim? Nunca imaginaria que nessa época ele havia esquecido de mim. Esquecido que um dia houvera Selene. Esquecido dos nossos beijos e do nosso amor. Meu pai… sim. Mas também meu amado. Nos encontramos e nos perdemos novamente antes dos eventos desencadeados pelo despertar de Akasha. O impressionante sobre nós imortais é a quantos compromissos, promessas e amores nos prendemos durante essa eternidade. Para ele o compromisso maior sempre fora sua vingança. A vingança das gêmeas pelo desterro, pelo estupro, pela tortura, mas principalmente pela separação.

Depois da morte de Akasha ele acreditou que a forma de se manter fiel as suas queridas gêmeas era permanecer ao seu lado. Por mais que desejasse sua companhia pensei que estar com elas fosse manter Khayman “no mundo”. Eu não poderia estar mais enganada, como vocês já devem saber também. O pacto silencioso entre os três só agilizou a deterioração de suas conexões com os demais. Nos primeiros anos houveram muitas visitas, muitos gestos e trocas de sangue. Acredito que Maharet pensava que ser exposta a muitas pessoas poderia fazer Mekare despertar daquele semi estado de consciência no qual ela aparentava viver. Com o passar dos anos nada se alterou. Talvez Maharet não quisesse que nós víssemos aquilo. De toda forma, ela foi nos afastando. As noticias se tornaram quase inexistentes. Concomitante a isso eu me entreguei aos devaneios de amores passados e enterrados que deveriam permanecer como tal. Me amaldiçoei por todo o tempo despendido com essas loucuras e me isolei. Na minha ilha onde nenhum outro poderia me encontrar. Ninguém mais sabia onde ela se localizava. E isso não seria um problema até que uma tal Voz começasse a nos perturbar.

No começo eu só ouvi um zumbido. Em outra noite pouco antes de despertar ouvi alguém que dizia “mate-os”. Pensei que fosse um sonho. Algum tipo de memória engatada no fundo de meu cérebro. Não era. Mas eu estava longe demais de qualquer outro bebedor de sangue pra fazer mal a qualquer um que fosse. Sabia o que aquela Voz queria. Era algo que eu também apreciava. Morte e destruição de outros bebedores de sangue. Me alimentar deles. Ser forte. Mas nada disso me interessava. Nenhum interesse belicoso me passava pela mente. Aprendi a fechar a mente da influência dessa Voz. Não por muito tempo… Mas o bastante para que não se apoderasse de mim e me fizesse sair da Ilha em busca de sangue. Eu me encontrava em um momento muito sensível na realidade. Não me alimentava frenquentemente pois não tinha impulso o suficiente para caçar. Teria sido a presa perfeita para a Voz. Mas não estava louca. Percebam que naqueles dias eu não fazia ideia do que era aquela Voz. Pensava que poderia ser um espírito ou até mesmo um outro bebedor de sangue antigo em busca de confusão. Independente do que fosse não me dizia respeito.

Certa noite acordei com a sede de mil bestas feras e percebi que não poderia continuar deixando para lá. Se continuasse nesse caminho provavelmente iria cair em um sono profundo e não era o meu desejo. Fui a Atenas. Mal havia chegado a um dos pontos onde costuma-se encontrar jovens bêbados demais para irem pra casa quando senti jovens bebedores de sangue se aproximarem. Não perto para que eu os atacasse de surpresa.
Eles me mandavam mensagens telepáticas “ não nos mate”, “por favor nos ajude” “ o que é essa Voz?”
As quais respondi “vão morrer se não saírem do meu caminho. Estou caçando, me deixem sozinha.”


[continua...]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://kafoxy.blogspot.com
Jaja de Lioncourt
avatar
Administrador
Administrador

Mensagens : 6571
Data de inscrição : 03/01/2009
Localização : New Orleans

MensagemAssunto: Re: As Noites de Selene.   5/10/2018, 6:49 pm

Cadê...???

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ailhadanoite.forumeiros.com
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: As Noites de Selene.   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 

As Noites de Selene.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 7 de 7Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7

 Tópicos similares

-
» Moacyr Albuquerque - Noites Cariocas e Mãe - Gal Costa
» Vídeo da J-14: One Direction irá apresentar as noites de sábado na Nickelodeon
» NOITES DO VINIL - SONS E CONVERSAS
» Aprender a tocar chorinho.
» O meu novo amigo para as noites frias...

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
A Ilha da Noite :: BIBLIOTECA SECULAR :: TOMANDO DA PENA-