A Ilha da Noite

Para aqueles que amam o maravilhoso mundo criado pela Mestra inigualável Anne Rice. Lestat, Louis, Armand, Marius, Mayfairs, A Talamasca... Todos estão aqui.
 
InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 As Noites de Selene.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte
AutorMensagem
. Foxy .
avatar
Maharet (2000)
Maharet (2000)

Mensagens : 2251
Data de inscrição : 11/08/2010
Localização : Sem local definido

MensagemAssunto: Re: As Noites de Selene.   4/11/2011, 9:07 pm

Boa Noite!

Havia algo de errado com aquele homem..
Havia algo de comum com aquele homem..
E principalmente havia algo que o ligava a mim.

E por isso, havia uma dúvida no ar. Eu precisava encontrar uma resposta.

Mas não poderia ser... E essa dúvida martelando na minha mente.

E sim, um maldito novo amor, um antigo amor...

A Grécia trouxe de volta pra mim, os ventos da Grécia o trouxeram de volta.

O vento do mar, o azul do mar, tão belo, encantador. O trouxe de volta.
É ele realmente? Ou apenas um sonho louco?
Não pode ser, não. Alguém por favor me diga que é.

Antes que vocês achem que enlouqueci, o que até eu mesma estou pensando que esteja, deixem-me falar...


Eu o vi, mas na verdade não vi.
Tarsício, parado a minha frente, mais uma vez.
Ele novamente falando comigo, era sua voz que dizia aquelas palavras em inglês?
Não, era Alexandre. E alguém me diga, quem é esse homem?
Um homem que fala, anda, pensa, ama como Tarsi...


Meu Tarsi, o meu homem.
Aquele mortal que conquistou meu coração mortal.
Meu dolorido e desanimado coração mortal.
Um que só guerras e feitos heróicos conseguia derreter.
Aquele mesmo que todas as noites procuro, o mesmo que vejo nos olhos de Michael.
Os instintos primários, a proteção, a fúria, o simples desejo de amar. Sim, Alexandre também os têm.
E há nele uma áurea de paz conquistada com esforço, como se fosse explodir a qualquer momento,e lhe custasse um infinito auto controle permanecer calmo.
Algo tão insustentável quanto poderia ser carregada com seu nome. Alexandre.

É quase ironico que tenha esse nome.

Que seja Tarsi, e que seja Alexandre. Que tenha o rosto de um, e o nome de outro.
Os únicos que sempre julguei dignos de mim.

É claro, mas pensem comigo.
Tudo que um vampiro macho é; multiplique por dez e terá uma vampira.
Somos ainda mais misteriosas, ainda mais cheias de vaidade e volúpia.
O gênero feminino de uma raça sobrenatural, que por si só é regada a beleza.
E além de vampira, sou Selene. Um espírito inquieto, um coração cheio de fome.
Selene que devora as almas dos homens todas as noites.
E não há, meus queridos, alma suficientemente forte para suportar a minha mordida.
Sempre permanecem as marcas.

Mas os dois, conseguiram quebrar a barreira formada no meu peito.
Ainda mortal, era forjada para o trabalho, era inflexível como as colunas do templo de Delfos.
E somente um guerreiro de sorriso calmo e olhos ferrozes para rebentar dentro de mim um amor.
Alexandre, era o rei guerreiro. Era belo por ser quem era. Suas qualidades o tornavam um homem desejável...
Grande Alexandre... Admiração e tolices juvenis...

Agora o outro Alexandre, manteve as caracteristicas de Tarsi, e trouxe dessa nova era uma retórica, uma perspicácia, um amor tão grande pela humanidade, que só poderia ser conquistado com anos e anos e anos de vampirismo... Ele tem alma de vampiro, paixões de vampiro. Meu Alexandre, é antropólogo. Como poderia não amar, mesmo que não fosse ele uma encarnação de Tarsi, um homem que estuda a origem dos mortais, e sua evolução biológica e cultural?


Chega de falar dele. Agora sabem quem é, como é.
E o motivo exato de ter desatado uma sangria dentro de mim.

Encontrei esse novo Tarsi, numa festa, oh sim. Uma festa.
Quase jurei para mim que nunca mais iria a festas,depois daquela última.
Mas quem sou eu para me proibir?

Com David ao meu lado é bem menos frequente a aproximação dos homens mortais.
Mas esse em particular, esse não. Eu não o havia visto. Até porque se fosse esse o caso, teria fugido no ato.
Este me viu antes que o visse.

- Boa Noite - disse em grego.
- Boa Noite para você também. - respondeu David também em grego.

Eu não falei nada, e não só por ser ele a falar. Também porque não falo grego moderno.
Entendo, mas há algum bloqueio, não consigo falar. Então, imaginem que só falo inglês em minha própria terra.
A menos que alguém, como Alexandre, também fale grego antigo.

- Me daria a honra de dançar com sua bela companheira?
- E pergunta para ele? Em que ano estamos? Antes de cristo? Posso falar por mim.
- Pode... Mas em grego antigo?

Havia aceitado a mão que ele me oferecia, mas quase engasguei ao notar que falara daquela maneira impertinente e ainda em grego antigo?

Ri. Ri porque só agora notei o absurdo que era. A situação ridícula em que estava.

Dançando com Tarsi, vampira, com David a olhar. Dançando uma música terrível, usando aquelas roupas e me perguntando onde estava.
Dançando como os pés não fossem meus e visse minha vida fora de mim.

Então o baque, a realidade.
A noção dele, e de nós juntos novamente.
Sumi. Como vampira, sumi sem que notassem.

- O que faria se encontrasse o amor verdadeiro uma segunda vez? - perguntei.
- Viveria, e não ficaria esperando que aparecesse uma terceira.
- E se fosse um amor absurdo?
- Os amores sempre são.
- Mas e um amor morto, enterrado e que agora anda por ai? Como um novo amor?
- Agora não entendo mais nada. De que estamos falando?
- Daquele rapaz que dançou comigo,que me deixou sem palavras, o que não aceitou nem mesmo minha recusa. O que me vez ver Tarsício em seus olhos, o que me fez ouvir Alexandre em sua voz.
- Acredita mesmo nisso?
- Deveria?
- Acho que sim. E digo mais, desperdiça seu tempo aqui comigo. E mesmo que não, o que tem a perder? Mais uma noite?

E agora ele me diz isso....

Até mais meus amores.
E orem para que meu bom Apolo não me deixe fraquejar, que não me deixe ceder aos meus desejos, as minhas loucuras... Simplesmente não!



Última edição por K.Foxy em 4/12/2011, 3:32 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://kafoxy.blogspot.com
Lafayette
avatar
Maharet (2000)
Maharet (2000)

Mensagens : 2182
Data de inscrição : 08/07/2010
Localização : Londres

MensagemAssunto: Re: As Noites de Selene.   4/11/2011, 9:58 pm

Adorei *-*
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Jaja de Lioncourt
avatar
Administrador
Administrador

Mensagens : 6573
Data de inscrição : 03/01/2009
Localização : New Orleans

MensagemAssunto: Re: As Noites de Selene.   4/11/2011, 11:37 pm

Selene is back!

Yeah!!!! Very Happy

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ailhadanoite.forumeiros.com
A&J
avatar
Marius (1000)
Marius (1000)

Mensagens : 1296
Data de inscrição : 01/06/2010
Localização : São Paulo

MensagemAssunto: Re: As Noites de Selene.   4/12/2011, 3:49 pm

Own, mas que lindo *-*
Novo amor, velho amor, como lidar? Haha xD
Gostei @.@ Selene está quase tendo um colapso... Ou não. -q
Quero só ver a reação do Armand. -q

Parabéns *-*
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.almadanoite.webnode.com.br
. Foxy .
avatar
Maharet (2000)
Maharet (2000)

Mensagens : 2251
Data de inscrição : 11/08/2010
Localização : Sem local definido

MensagemAssunto: Re: As Noites de Selene.   4/21/2011, 10:52 am

Boa Noite!

Poucos imortais conseguem ser como ela.
Tão frios, distantes e mesmo assim façam com que desejemos tão profundamente sua presença.
Tão bela e astuta como o filho, e sim, há outra vampira nesse mundo que devemos conhecer.
Nossa digna e reclusa Marquesa, nossa feminista exaltada.... Nossa Gabrielle.

Conheci Gabrielle como qualquer outro de nós, quando nos encontramos em razão do despertar da Rainha.

E a reencontrei de uma maneira completamente estranha.
Ou melhor, de uma maneira inesperada.

Até porque, vampiros não dão em árvores....

Alguns anos atrás estava fugindo de tudo, e todos.

Férias talvez, ou um tempo. O essencial é que resolvi viajar para a India.
Que é um pais maravilhoso, cheio de histórias fantásticas e mistérios.
Passeando um pouco pelas marges do Ganges, encontrei uma cidade que parecia parada no tempo.
Lembrava cidades de séculos atrás, as casas, o fato de só haver um hotel, e algumas lojas.
Ou fosse os ares de calmaria. Se bem que... Aquela calmaria fazia com que eu pensasse em pequenos seguidores de Kali pulando as árvores e me atacando.
Isso não aconteceu.

Como uma forasteira fui analisada em máximos detalhes, não me importei.
Estava parecendo muito mortal aquela noite.
Entrei no pequeno hotel procurando alguma presa... O estilo do local me remetia a péssimos hoteis da Inglaterra.
Talvez fosse antigo, dos tempos da dominação inglesa, nunca se sabe.

Sentada numa mesa afastada dos outros hospedes, apesar observava o que acontecia.
Algumas pessoas discutiam sobre o preço das bebidas, outros falavam sobre mim, mas.. uma pessoa não se manifestava.
Tentei vislumbrar sua mente.. Fechada.
Um vampiro? Não, parecia uma vampira.

Preferi não me comunicar com a tal vampira, fosse ela quem fosse..

Resolvi sair dali e procurar um lugar mais animado, porque de fato odeio essas calmarias.
E os pequenos estranguladoares de Kali ainda pareciam me perseguir.

O desmatamento ao que tudo indicava não tinha chegado até ali, haviam muitas árvores margeando a rua de saida do vilarejo.
Senti uma presença vindo das árvores, uma presença que não se manifestava. Não era agressiva, nem totalmente calma.
Apenas estava me observando... Odeio ser observada.

Bem, a presença também não gostava de ficar impassivel, pulou de uma das árvores e caiu em uma pose quase animal na minha frente.
Usava roupas esportivas, algo prático e confortável, não pode esconder seu rosto de mim, como esperaria.

- Ora veja, se não é Gabrielle.
- Um acaso?
- Absolutamente.
- Que faz aqui?
- Me diga você.
- Passo por aqui...
- Eu também.
- Apenas isso?
- Somente.
- Tem algum tempo para civilidades?
- Pois não é que tenho?

Eu sei, parece muito estranha essa conversa, mas ela é assim.
De que adiantaria eu lhe perguntava como estava? E se gostaria de vir comigo?
O trato com vampiros deve ser assim, se adequar a personalidade de com quem se conversa.
Um passo em falso e ela poderia ter ido sem ao menos falar comigo... Pois bem, conversamos.

Descobri que era sua primeira viagem ao Oriente, e estava completamente surpresa com tudo que encontrou.
Falou-me de suas peregrinações pelas florestas das Américas, falou de situações tão inusitadas e inesperadas que fizeram rir em alguns momentos.
Devo admitir que fora um dos meus encontros mais agradáveis dos últimos anos. Gabrielle quando deseja falar, quando está simpática é uma ótima companhia.
Uma pena que ter essas horas com ela seja tão difícil, mas algumas amizades são assim. Amigos de anos que se falam uma, duas vezes por ano.

Assim foi com Gabrielle, uma vampira impar, que dedica sua imortalidade a descobrir os segredos naturais.
Segredos escondidos no naturalismo, no apresso pelo que é livre e imortal.
Somos mais imortais que uma cachoeira eterna? Que flui, e flui durante os séculos...

Boa Noite!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://kafoxy.blogspot.com
Gabrielle de Lioncourt
avatar
Co-Adm
Co-Adm

Mensagens : 3398
Data de inscrição : 05/01/2009
Localização : Around The World

MensagemAssunto: Re: As Noites de Selene.   4/21/2011, 11:03 am

Minha marquesa @__________@

Adorei Foxy, ficou o máximo XD

Citação :
E a reencontrei de uma maneira completamente estranha.
Ou melhor, de uma maneira inesperada.

Até porque, vampiros não dão em árvores....

Não, só a Gabrielle mesmo <3 sasasasahsauhshuashau

_________________
“E assim, estendemos a mão para o caos furioso, apanhamos alguma coisa pequena e brilhante e nos agarramos a ela, dizendo para nós mesmos que ela tem significado, que o mundo é bom, que não somos a encarnação do mal e que no fim iremos pra casa.”

-
-
-

"Estaria sempre dividido. Sempre haveria a dor. Dor e prazer interligando-se e moldando-o, mas um, na verdade, jamais se sobrepondo ao outro; nunca haveria paz."



Assinatura


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.thesenseofdoubt.blogspot.com/
A&J
avatar
Marius (1000)
Marius (1000)

Mensagens : 1296
Data de inscrição : 01/06/2010
Localização : São Paulo

MensagemAssunto: Re: As Noites de Selene.   4/23/2011, 10:02 am

Gostei @_@
A Gabrielle é ótima *-* E dá em árvores -q UASHUASHAUSHA

Ficou bem legal o/
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.almadanoite.webnode.com.br
. Foxy .
avatar
Maharet (2000)
Maharet (2000)

Mensagens : 2251
Data de inscrição : 11/08/2010
Localização : Sem local definido

MensagemAssunto: Re: As Noites de Selene.   4/23/2011, 2:42 pm

Boa Noite queridos.

Vamos conhecer um amigo?
Ele se chama Lestat.
Se não fosse um vampiro vocês apenas veriam um jovem terrivelmente belo, com cabelos loiros, que sempre me lembraram a juba de um leão. Talvez seja isso, um leão. A mais majestosa das feras. Um belo par de presas devo dizer.

Mas Lestat nunca foi o tipo de vampiro que eu gostaria de acompanhar, muito menos um mortal que eu transformaria. Entretanto, foi uma bela escolha Magnus. Ponto para você! Nenhum outro teria coragem para suas travessuras.

Voltando a ele, tem uma beleza incomum,parece muito com sua mãe. O mesmo tipo de beleza fria. Mas não como ela. Gabrielle é uma simples predadora, ele é mais complexo, tem algo a mais.
Acho que seu charme está em seus modos, tão impiedosos e gentis.
Seu grande antagonista.
Por que fazem dele um vilão?
Não entendo.

Ele pode ser muitas coisas, mas em sua essência não há nada de mal.
Há nele o que tinha antes de ser transformado, uma inquietação. Um desejo de desafiar e descobrir.

E aqui estamos nós novamente, tentando falar sobre Lestat.
Bela e instigante criatura... Lestat...

O conheci de fato na Ilha da Noite, em noites em que ele resolvia sair de seu clausto e nos ver.

- E a bela dama,quem é? - perguntava a Louis.
- Não se incomode Louis, posso me apresentar. Sou Selene. - disse, caminhando pela sacada, até seu encontro.
- Belo nome esse seu Selene. A conheço? Sinto que já a vi...
- Deve ter me visto em momentos perturbadores,e sinto dizer que não o conheci em ocasiões mais propicias. A reputação que o precede em muito me agrada.
- Ora, como se não bastasse Lestat para se auto-elogiar. - reclamou Louis.
- Vá passear Louis, não preciso que estrague outro dos meus primeiros encontros.

Conversamos durante um bom tempo aquela noite, mas ele estava fechado, parecia ter medo de mostrar quem era. E não o conhecíamos muito bem?
Já eu, não tenho tais problemas, contei parte da minha história. Nos divertimos em irritar Marius, falando sobre como as regras são dispensáveis, e principalmente arbitrárias. " Vamos Marius, virou Draco agora? Sabe que eu odeio regras, e as acho inúteis, o que faço ou deixo de fazer apenas dependem dos meus desejos."

- No entanto, tente se comportar, não podemos perdê-lo. Principalmente agora, que o conheci.
- Prometo me comportar na medida do que é possível para mim.
- Se não for se comportar, seja forte e aguente. Não morra Lestat. Só isso.
- Garanto que não, pois sou imortal! E posso contar com você caso seja necessário.
- Sempre.

É uma pena que ele nunca tenha me pedido ajuda, teria ido rápida como o vento. Mas acham que ele não vai arrumar outros problemas?

Boa Noite.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://kafoxy.blogspot.com
Jaja de Lioncourt
avatar
Administrador
Administrador

Mensagens : 6573
Data de inscrição : 03/01/2009
Localização : New Orleans

MensagemAssunto: Re: As Noites de Selene.   4/23/2011, 4:00 pm

PAREM AS MÁQUINAS!!!!

Selene e Lestat...TUDO DE BÃO!!! cheers

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ailhadanoite.forumeiros.com
. Foxy .
avatar
Maharet (2000)
Maharet (2000)

Mensagens : 2251
Data de inscrição : 11/08/2010
Localização : Sem local definido

MensagemAssunto: Re: As Noites de Selene.   4/23/2011, 4:12 pm

Só agora que postei,vi que tinha outro arquivo inacabado sobre o Lestat aqui, vou terminá-lo por sinal. Para não ter mais fics assim... pela metade.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://kafoxy.blogspot.com
. Foxy .
avatar
Maharet (2000)
Maharet (2000)

Mensagens : 2251
Data de inscrição : 11/08/2010
Localização : Sem local definido

MensagemAssunto: Re: As Noites de Selene.   4/23/2011, 5:17 pm

*Spoilers de VA e Memnoch*

Boa Noite.

Lestat... Ouvi seu nome muito antes de conhecê-lo.
Quando sua lembrança ainda atormentava as ruas de Paris.
Um vampiro que realmente se comportava como deveria.
Não se escondia atrás de crenças e Deuses.
Lestat seria, ou melhor, é um dos meus.

Os vampiros daquelas épocas não se conheciam, viviam em prol de seus territórios.
De seus próprios segredos, de achar que quanto mais misteriosos e mais escondidos estivessem mais fácil seria de amedrontar os outros.
E nem se fala dos satanistas, continuo dizendo que se proliferavam com a velocidade e imundice de uma comunidade de ratos.
Mas Lestat? Andava por ai com a pompa e circustância que seu poder e sua falta de conhecimento lhe permitia.
Aprendendo como os antigos, aprendendo sozinho.. Errando, conhecendo... Ah, Lestat, uma pena eu ter que me esconder.

Me escondia não por medo, apenas para me livrar de certas inconveniências da vida.
Como Armand e sua presença e constante vigilância. Sou péssima com politicagem.

Por falar em Armand, ele está aqui berrando que estou louca e que vai mandar deportar Alexandre...Quem ele pensa que é?
Mas deixemos suas reações exageradas para depois.

Nossa conversa é sobre Lestat, é incrível o que ele fez, crescer na cidade, e em Paris.
E cercado por inimigos. Eu estava lá sabe... Em Paris.
Não naquele momento, nos poucos anos em que ele esteve por lá, mas depois de sua partida.
Ele teria gostado de me conhecer? Suponho que não.

Mas, vocês já devem estar se perguntando onde quero chegar...

Quero chegar a uns anos atrás, alguns é o suficiente.

Numa velha capela.
Entre senhoras a rezar, entre velas e pedidos..

- Deus, Deuses, aliens, sobrenatural, Zeus, Rá, Odin, seja lá quem seja a tal divindade que exista, se é que vocês existem... Me guiem, me digam os motivos que o

levaram a isso, preciso fazer algo. Preciso. Entendem?

Seria inútil ficar esperando uma resposta, mas a imagem da imobilidade de Lestat estava me enlouquecendo.
Imaginar que o vampiro mais interessante,e sim, chego a dizer o mais importante. Até porque sua existência desencadeou acontecimentos que.. somente ele seria capaz de

desencadear. Imaginar que esse vampiro estava ali, diante de nós. Mas nenhum resquício de alma pairava sob seu corpo. Seus olhos abertos... janelas para lugar nenhum.
Cansei de velar por ele naquele convento. Cansei de esperar que voltasse. Cansei até de olhar para Louis e sua preocupação.
Os outros já tinham seguido com suas vidas. Naquele momento, eu tinha uma vida para seguir?
E mesmo que tivesse, minha curiosidade era maior que qualquer ocupação.
Parei de quase residir naquele local, mas voltava ali quase todas as noites.

Mas aquela noite, cansei de tudo.
E matei, juro que matei indiscriminadamente.
Possuída por algo? De desejos e uma sede inacabável?
Matar é como apagar todas as preocupações e tristezas que possam estar na minha mente.
É como jogar um ácido em meu cérebro, e então ele se dissolve... E vem a paz.
Não me importo em matar, continuo sem me importar.

Era tanta angustia, que foram necessárias muitas mortes para tirar as imagens de mim.

Imortais? Me seguindo?
Senti o cheiro da morte que nos segue...

Não que estivesse irada com os dois, mas não era uma boa noite para me procurar.
Estava indignada com a situação dos imortais.

- Ao inferno Marius! E você também Armand, devo algo para vocês?
- Mate-se novamente Amadeo! Talvez me arrume outra preocupação. Deixem-me.
- Parecem crianças, crianças que perdem suas certezas em segundos, parecem cachorros correndo atrás de alguém que os afague. Deveria estar lá, junto com ele. Bobo de
Deus, Armand! É isso que são, os dois. Morram com seus deuses, de que me servem deuses? Preciso de certezas e iluminação?
- Deus está morto, e seu cadáver permanece insepulcro!
- Pare de blasfemar nos telhados Selene, alguém vai ouvir você. - disse Armand, calmo, como se meu desabafo fossem doces palavras de amor.
- E deveria?
- Deveria, pois acabamos de sepultar o cadáver de Deus, e agora caminhamos sem viver por ele.
- Onde quer chegar?
- Quero dizer, que ele despertou. E que você, agora pode descansar.


É... não me orgulho de, primeiro: Pedir auxilio aos céus, segundo:Matar tantas pessoas sem motivo algum.

E infelizmente minha alegria aquela noite foi mínima, pois ele voltou ao seu antigo estado...

Boa Noite!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://kafoxy.blogspot.com
. Foxy .
avatar
Maharet (2000)
Maharet (2000)

Mensagens : 2251
Data de inscrição : 11/08/2010
Localização : Sem local definido

MensagemAssunto: Re: As Noites de Selene.   4/24/2011, 9:17 pm

Então amores.... está na hora de uma despedida eu acho.
Temporária, juro a vocês.
Mas agora que completei essas fics que estavam incompletas... Vou esperar um momento em que esteja de fato inspirada e tudo...

Bem, até breve!

Selene volta, prometo.

E ama todos vocês.

E aos membros da Ilha que ainda não são leitores do tópico, apenas digo que comecem pelo início. Vou ficará tudo meio embaralhado na cabeça de vocês.

Beijos ;*
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://kafoxy.blogspot.com
Catwoman
avatar
Armand (300)
Armand (300)

Mensagens : 330
Data de inscrição : 21/04/2011
Localização : London

MensagemAssunto: Re: As Noites de Selene.   4/24/2011, 10:15 pm

Huhuhuhuhuhu, quanta inspiração para escrever.
Curti muitooooooooo.
Nossa a 1ª história então...
Selene não estava preparada para conhecer o companheiro de Armand, o meu querido Louis...
Por quê, foi medo? Rsrsrs.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://supernaturald-s.forumotion.com/
. Foxy .
avatar
Maharet (2000)
Maharet (2000)

Mensagens : 2251
Data de inscrição : 11/08/2010
Localização : Sem local definido

MensagemAssunto: Re: As Noites de Selene.   4/24/2011, 10:23 pm

Selene,com medo? euri :p
Não, não... Você vai acabar percebendo o motivo... Ela só não queria que ele atrapalhasse aquele momento... Ela e Amadeo..*-*
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://kafoxy.blogspot.com
Catwoman
avatar
Armand (300)
Armand (300)

Mensagens : 330
Data de inscrição : 21/04/2011
Localização : London

MensagemAssunto: Re: As Noites de Selene.   4/24/2011, 11:06 pm

K.Foxy escreveu:
Selene,com medo? euri :p
Não, não... Você vai acabar percebendo o motivo... Ela só não queria que ele atrapalhasse aquele momento... Ela e Amadeo..*-*
Ahhhhhh, entendi...
Até o momento apenas li a 1ª história todas as noites lerei uma e comentarei acerca das mesmas.
Entendi o motivo...
Ah, meu doce Louis não atrapalharia kkkkkkkkk.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://supernaturald-s.forumotion.com/
. Foxy .
avatar
Maharet (2000)
Maharet (2000)

Mensagens : 2251
Data de inscrição : 11/08/2010
Localização : Sem local definido

MensagemAssunto: Re: As Noites de Selene.   4/24/2011, 11:08 pm

Pois leia, fico super feliz quando leem e comentam \õ.
Pq adoro falar sobre meus próprios textos ( coisa de gente insegura.)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://kafoxy.blogspot.com
Jaja de Lioncourt
avatar
Administrador
Administrador

Mensagens : 6573
Data de inscrição : 03/01/2009
Localização : New Orleans

MensagemAssunto: Re: As Noites de Selene.   4/25/2011, 12:53 am

Alô galerinha nova.

Não deixem de ler as aventuras da Selene.

São maravilhosas!!! cheers

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ailhadanoite.forumeiros.com
. Foxy .
avatar
Maharet (2000)
Maharet (2000)

Mensagens : 2251
Data de inscrição : 11/08/2010
Localização : Sem local definido

MensagemAssunto: Re: As Noites de Selene.   4/28/2011, 7:00 pm

Boa Noite!

Passado? Querem voltar para lá?
É, sinto que sim.
Onde quer que você esteja, pare, e ouça bem a minha voz.

Esta noite não é como as outras. Apenas parece.
Gira em torno da beleza. De um homem é claro, me dedico a outras belezas?

E não é um homem qualquer, um vampiro para começar.
E não é qualquer vampiro, é Louis.

Sim, parece completamente estranho, voltar a falar sobre ele.
A essa altura de nossas histórias. Depois de já ter me envolvido com meio mundo vampírico... Mas, queridos, não se iludam. Louis pode ser o imortal mais mortal que conheço, mas também é um dos mais belos.

Tem belas feições masculinas, mas delicadamente belas.
E aqueles olhos verdes, tão melancólicos e mortificados.
Aquele rosto belo, corado com madeixas negras tão vastas e bonitas.
E que possuem um aroma agradabilíssimo. Não me digam que acham que cheiramos a cadáver, não seria educado.

Alguns sim, mas vampiros com nossa classe... E principalmente um vampiro que mora com Lestat, e aquele ser cheio de estilo que é David Talbot, sinto muito. Louis é uma graça.

Essa história, se passou na Ilha da Noite.

- Me diga Selene, que acha dos espécimes masculinos aqui presentes? - perguntou-me Jess.

Estávamos as duas numa das vastas salas da mansão de Armand, Khayman estava ali também, tocava piano para nós.

Pensei por alguns instantes antes de fazer qualquer comentário.
Minha idéia estética não é lá muito comum às vampiras, e nem esse tipo de conversa. Mas recém-nascidos? Eles tem curiosidades mortais.

- Bem são belos sim. Entretanto no geral não me agradam tanto assim. - falei, escondendo em algum lugar da mente a adoração que sentia por Armand, do quanto me agradava a idade e os modos de Marius, do quanto gostaria de abraçar Louis e torná-lo algo melhor, e principalmente de como Lestat me parecia encantador.
- Nem mesmo Khayman? - replicou

Sorri.
Voltamos ao salão principal, onde a maioria dos convivas se reunia.

Armand me olhava estranhamente, andara ouvindo minha conversa com Jess? Seria bem típico dele. Querendo saber demais. E claro, com suas vaidades feridas pela minha resposta. Aqueles dias... Ele já sabia de minhas intenções. Sabia que eu o amava, e também já não era segredo que sua beleza, é o que vocês sabem. A beleza mais sublime entre os vampiros.

Marius veio até mim, conversamos brevemente sobre a vida, sobre tudo que havia acontecido conosco naqueles dias, e sobre Lestat e sua situação. Eu bem que tentei iniciar algum tipo de diálogo com ele, mas não tínhamos intimidade suficiente para que eu conseguisse tirá-lo de seu estado e entabular algum assunto interessante.

Armand continuava rodeando o espaço por onde eu andava.
Me seguindo talvez? Não sei dizer.

Logo encontrei Louis, pouco antes dele ir embora da Ilha.

Vocês sabem o que é o olhar sedutor de uma vampira?
Olhar profundo, regado a piscadas lentas e baixas, e os olhos de brilho estranho.. O verde e o castanho se encontrando entre palavras de um carinho comedido, um entendimento interessado e sim, acolhedoras.
Depois de tudo, e com o estado de Lestat, ele estava desamparado.
E lindo. A melancolia e a tristeza são como enfeites para aqueles olhos.

- Deveria ter respondido que era ele quem te encantava. - ouvi alguém falar.
- Vai medir minhas palavras agora? Ou é só despeito? - respondi.
- Não nego, eu mesmo já fiquei de adoração pela beleza de Louis.
“ Fora disto só queimarei o incenso da ironia no altar de vossa vaidade. " - citei passagem de um romance.
- Vaidosa é você, os homens apenas são enfeites para ti. Tanto quanto os anéis em meus dedos. Tanto quanto a maquiagem que usa para ressaltar tua beleza, apenas enfeites. Somos dispensáveis não é?
- Não Armand, são essenciais, sim, enfeites. Mas especialíssimos para mim. Mas, quando se acham assim tão maravilhosos, me nego a estender minha atenção a eles. Agora, deixe-me. Procure Daniel, quem sabe ele possa suprir sua necessidade de atenção.

Lamento dizer que... acabei aquela noite rindo absurdamente alto na sacada, rindo da absurda loucura que era Amadeo sentindo-se ofendido pela minha falta de palavra. Minha falta de atitude? Ora vamos... Ele precisa de elogios? E não me façam rir mais, sabem que eu o adoro, que o acho belíssimo, mas aquela noite, foi para os olhos de Louis.

Até logo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://kafoxy.blogspot.com
†☥ Bener Keranov ☥†
avatar
Louis (100)
Louis (100)

Mensagens : 100
Data de inscrição : 17/04/2011

MensagemAssunto: Re: As Noites de Selene.   4/29/2011, 8:02 pm

Extraordinária , muito bom mesmo adorei. Wink
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
. Foxy .
avatar
Maharet (2000)
Maharet (2000)

Mensagens : 2251
Data de inscrição : 11/08/2010
Localização : Sem local definido

MensagemAssunto: Re: As Noites de Selene.   5/16/2011, 8:34 pm

Boa Noite!!

Eu gostaria que fosse mais fácil, e muito mais claro...
Mas tudo que imaginei que aconteceria está inevitavelmente caminhando para o erro.
Ah, Alexandre.... Os mortais nos confundem e são tão inacreditáveis.

Pensei que sua aparência, sua voz... Tudo nele me fazia acreditar que era um sinal.
De que era o amor renascendo para mim, que fosse recuperar meu grande amor.
Mas acho que aquela Selene, aquela moça da Grécia morreu. Não pensem que se trata de um trocadilho infame. Mas Selene e Tarcísio morreram aquele dia.

No dia em que me tornei uma vampira.

Me tornei completamente diferente de antes....

Papéis invertidos sabem....

Antes eu admirava a força, a beleza e as histórias de Tarcísio.
Ele amava minha delicadeza, minha dedicação e o amor que sentia por ele.
Mas agora?

Alexandre só vê minha beleza fria, minha superioridade mental, minha força absurda...
Não vê que meu coração sangra quando ele me rejeita... Que choro intermináveis lagrimas de sangue quando ele se vai... Não entende que o amor que sinto por ele é maior que minha própria vida. E só a morte,a morte definitiva vai me salvar dele....

E nesse momento só sinto uma tristeza, melancolia que não passa...
Quase sinto falta de Armand... Com ele tudo era tão mais simples.

É triste entender que minha força nada significa frente à obstinação de um mortal que se nega irredutivelmente a me amar.

É Alexandre, assim você só apressa nosso fim....

Ou te mato, ou morro, ou trago você pra mim....

Boa Noite!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://kafoxy.blogspot.com
. Foxy .
avatar
Maharet (2000)
Maharet (2000)

Mensagens : 2251
Data de inscrição : 11/08/2010
Localização : Sem local definido

MensagemAssunto: Re: As Noites de Selene.   5/16/2011, 8:53 pm

Boa Noite!

Devo estar cansando meus amáveis leitores....
Como sempre digo, minhas memórias não são muito organizadas.
Há muito esquecido.

Fico pensando no que contar... uma história?
Um causo cômico?Algo trágico? Minha influência em algum fato importante do mundo?

Pensei em levá-los para Atenas.

É uma boa idéia, não acham?

Talvez....

Atualmente minha cidade cheira a comércio, a uma movimentação lenta mas inexorável como o tempo real. Os turistas com suas pequenas, mas poderosas máquinas fotográficas. Se eles pudessem realmente captar a alma da Grécia.
Ah, como se enganam. Só se pudessem estar com os filósofos, discutindo o que era o mundo, o que era real... Do que viveríamos, as relações entre os homens.
Só se pudessem ver os grandes discursos, só podendo ouvir os resultados das batalhas. Só se vivessem a guerra iminente... Sim turistas, eu seria uma guia turística mais que recomendável. Mas não. Minhas recordações são apenas minhas.

Penso nos agnósticos nesse momento. Nem me perguntem porque mas sempre acho que deveriam agradecer aos Gregos, se não fossem por nós, e nossa quebra com a religião, nossos questionamentos que abriram um precedente para que hoje vivessem o que vivem... Ah, os gregos.

Não estou falando nada sobre os vampiros? Desculpem.
Ninguém está aqui para uma aula de história com Selene.
Mas se quiserem, basta pensar. Posso voltar a qualquer hora da noite.

Agora penso nos vampiros gregos...
Não existem muitos agora.
Grande parte morreu no despertar.
Outros foram meus filhos.... Admito que nunca fui uma boa mãe.
Matei parte deles. Os outros o fizeram por si mesmos.
Dirijo minhas terras com muito rigor, não admito vampiros recém-nascidos, e os antigos precisam de uma reunião comigo para viver na Grécia.
Sim, sou um amor só quando trata-se de sentimentos. Na política sou uma ditadora impassível. Aprendi com Alexandre. O poder da Grécia está centralizado na minha figura e no terror que posso infligir na mente dos jovens.


Estou divagando....

- Que motivo que nos trás aqui? - perguntou Pedro.
- Honra meu querido. Apenas isso. - respondi, falando à minha primeira cria. Meu amável Pedro. Cristão, um dos primeiros na Grécia. Ele ouviu Paulo, sim, o ouviu.

Ah, falei a vocês de minha pequena mania?
Transformar homens de diferenças raças, diferentes religiões....
Qualquer dia desses conto a vocês sobre Said...

Estou cansada, divaguei e não estou em condições de formular uma história concisa.
Com Alexandre berrando na porta que essa casa é um cárcere, que o estou mantendo cativo. Ah, grandes amores.

Boa Noite!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://kafoxy.blogspot.com
Jaja de Lioncourt
avatar
Administrador
Administrador

Mensagens : 6573
Data de inscrição : 03/01/2009
Localização : New Orleans

MensagemAssunto: Re: As Noites de Selene.   5/17/2011, 12:51 am

Oba!

Uma curtinha da Tia Selene lol!

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ailhadanoite.forumeiros.com
. Foxy .
avatar
Maharet (2000)
Maharet (2000)

Mensagens : 2251
Data de inscrição : 11/08/2010
Localização : Sem local definido

MensagemAssunto: Re: As Noites de Selene.   6/4/2011, 1:23 pm

Ei lindos, falta um mês e pouquinho pras minhas férias.. E quando elas chegarem...
Volto a postar aqui tá?

E me façam o favor de colocar suas leituras em dia u_ú


Beijooos ;***
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://kafoxy.blogspot.com
Jaja de Lioncourt
avatar
Administrador
Administrador

Mensagens : 6573
Data de inscrição : 03/01/2009
Localização : New Orleans

MensagemAssunto: Re: As Noites de Selene.   6/4/2011, 2:43 pm

Vou reler algumas com certeza!

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ailhadanoite.forumeiros.com
. Foxy .
avatar
Maharet (2000)
Maharet (2000)

Mensagens : 2251
Data de inscrição : 11/08/2010
Localização : Sem local definido

MensagemAssunto: Re: As Noites de Selene.   7/14/2011, 10:13 pm

Boa Noite!

“ We can't go on together. With suspicious minds”

Os versos dele continuaram ecoando e ecoando pela minha mente.
É,eu sabia como o velho Elvis se sentia.
Não poderia continuar, não iria continuar.

Eu o amava, não havia segredos quanto a isso.
Mas existem amores, que são mais bonitos na teoria, nunca vão funcionar na prática.

Minha situação é a mesma, presa nesse lugar, entre o céu e o inferno, entre a felicidade e minha antiga máscara de felicidade. A felicidade dos falsos, alegria.

“ And we can't build our dreams. On suspicious minds.”

Não, não poderíamos construir nossos sonhos sobre alicerces de mentira, de falsidade e medo. Aprendam crianças, o amor idealizado é bem diferente do real, então não se decepcionem. Demorei demais para entender isso.

- Selene? - ouvi a voz de Khayman, me tirando do torpor em que estava.
- Sim... - respondi, com o pensamento ainda lento.
- Onde estava?
- Naquele lugar, para onde vamos quando queremos nos afastar. Pai, posso te contar uma história?
- Claro, pode querida.

Então contei a Khayman, a incrível história de quando conheci um mago hindu que me falou de amor, de reencarnação, e de decepção...
Contei também de quando cai no rio Sena, e fui resgatada por um belo norueguês... Não poderia me esquecer do episódio em que ouvi uma discussão entre Stan Lee e um fã...
Contei tantas histórias, provavelmente tentando me aliviar da tensão...

“ Drops by to say hello. Would I still see suspicion in your eyes.”

Por alguns instantes, lembrei do passado glorioso. Lembrei de andar por Roma, e de como odiava aquela república corrupta, de como me era estranho os cristãos... De como odiei seus vandalismos e de como os cultos pagãos que aconteciam as margens das florestas me faziam rir. “ Vejam o que acontece bem debaixo de suas batinas.”

Em todo caso, voltei até o passado remoto... Acrópole.. Necrópole.
“ Oh, let our love survive. Or dry the tears from your eyes.”

As primeiras noites foram insanas, era sangue, liberdade, vida em paz, uma busca interior por compensação. Algo de agridoce. Minha primeira demonstração de feminismo.

Bem, fazem alguns meses que não nos falamos. Como anda minha vida?
Continuo mantendo meu ex-namorado trancado aqui, na minha torre de marfim.
Sendo acusada de ser a rainha de copas, sempre pronta a gritar: “Cortem-lhe a cabeça!”
E estou mesmo. O que me impede de lhe arrancar a cabeça do corpo é meu amor por ele. Maldito, maldito Alexandre. Tarsi maldito.

Em todo caso... Voltarem a contar minhas histórias para vocês. Não sintam minha falta. Pois estarei sempre aqui, afinal; sou eterna.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://kafoxy.blogspot.com
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: As Noites de Selene.   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 

As Noites de Selene.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 5 de 7Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte

 Tópicos similares

-
» Moacyr Albuquerque - Noites Cariocas e Mãe - Gal Costa
» Vídeo da J-14: One Direction irá apresentar as noites de sábado na Nickelodeon
» NOITES DO VINIL - SONS E CONVERSAS
» Aprender a tocar chorinho.
» O meu novo amigo para as noites frias...

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
A Ilha da Noite :: BIBLIOTECA SECULAR :: TOMANDO DA PENA-