A Ilha da Noite

Para aqueles que amam o maravilhoso mundo criado pela Mestra inigualável Anne Rice. Lestat, Louis, Armand, Marius, Mayfairs, A Talamasca... Todos estão aqui.
 
InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Cabarét Francês

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte
AutorMensagem
Ágatha de Lambert
avatar
Louis (100)
Louis (100)

Mensagens : 184
Data de inscrição : 02/05/2010

MensagemAssunto: Re: Cabarét Francês   7/22/2010, 10:32 pm

Ágatha, estava incrédula com a atitude de Monsieur Jaja, ele realmente queria ajudar, mas ela pensava consigo se ele poderia ajudar.
A jovem apenas disse que não era nada, que a noite foi longa o bastante para a cansar, e agradeceu pelas palavras do vampiro.
Depois disso lembrou-se do tempo em que estivera em Arles, e veio a sua cabeça, a imagem do vampiro que a criou, contra a sua vontade.
A jovem Ágatha não contou a verdadeira história, aos seus companheiros, ou melhor, não a contou por inteiro, e, ela nesse instante lembrava da real história.
Até chegar no castelo estava tudo bem, mas o vampiro, a olhava de uma maneira diferente, ele a transformou em vampira, ela não queria, porém, depois de se tornar um ser da escuridão, resolveu tentar aceitar o acontecido, ficou por anos morando no castelo, com seu mestre, este, um certo dia, quando iam caçar, disse-a que era uma vampira apaixonante, ele era viciado na jovem Ágatha, não podia viver em paz longe dela, então a mantia presa no castelo, e todas as noites ia em seu enorme quarto, trancado, apenas para beber taças de sangue, e fitar seus olhos, que o hipnotizava, Ágatha tinha tudo o que imaginava, e precisava, entretanto não era o suficiente, ela então, resolver ir embora do castelo, com a ajuda de um dos discípulos de seu mestre, conseguiu sair de Arles, o vampiro que a ajudou, no dia seguinte foi esquartejado, e queimado, a mando do Vampiro, e este, a está perseguindo agora, ao menos é o que pensa a jovem!

Todas as lembranças vinham a cabeça da jovem, contudo, ela não imaginava, que monsieur Jaja, estava lendo seus pensamentos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://banalnadabanal.blogspot.com/
Jaja de Lioncourt
avatar
Administrador
Administrador

Mensagens : 6571
Data de inscrição : 03/01/2009
Localização : New Orleans

MensagemAssunto: Re: Cabarét Francês   7/24/2010, 8:51 am

Tentando ser o mais amável o possível, porém fervendo por dentro de excitação por uma nova aventura, Jaja continua querendo saber mais a respeito da novata a sua frente.

- E esse vampiro que a criou tem nome?

"Quem sabe o conheço" pensou o veterano vampiro.

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ailhadanoite.forumeiros.com
Ágatha de Lambert
avatar
Louis (100)
Louis (100)

Mensagens : 184
Data de inscrição : 02/05/2010

MensagemAssunto: Re: Cabarét Francês   7/24/2010, 10:27 am

Ágatha impressionada com a capacidade do vampiro, e com sua falta de cuidado, ela sabia dos poderes do vampiro experiente, mas se descuidou, e permitiu que ele lesse seus pensamentos, e recordasse junto a ela suas lembranças.
Como não podia esconder mais o seu passado, Ágatha, olhou nos olhos do vampiro, e ele parecia afável.
Ágatha apenas disse o mais baixo que pode:
-Monsieur, entendo que queira me ajudar, porém não posso ser ajudada, quero dizer, devo esperar o melhor momento, para pedir ajuda. Espero que entenda monsieur...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://banalnadabanal.blogspot.com/
A&J
avatar
Marius (1000)
Marius (1000)

Mensagens : 1296
Data de inscrição : 01/06/2010
Localização : São Paulo

MensagemAssunto: Re: Cabarét Francês   8/5/2010, 3:10 pm

Foi quando Ariane teve que intrometer-se.
Ela não se preocupou em ir devagar; assustara os novatos, sim, mas sabia que os mais velhos já a haviam notado do lado de fora, a ouvir falas e pensamentos.
Caminhou diretamente a Agatha, que recuou leve e elegantemente, assustada com a abrupta chegada.
Percebendo como havia sido brusca, Ariane sentou-se devagar, embora ainda impaciente, em frente a jovem vampira.
— Desculpe — ela disse. — Meu nome é Ariane.
— Sou Agatha — a jovem respondeu, e, percebendo a impaciência na vampira a sua frente, tornou logo a falar: — O que houve?
Ariane suspirou agradecida por poder ir direto ao assunto.
— O castelo... Em sua mente, o lugar em que você ficou presa... Eu conheço esse lugar. Eu já fui presa lá, há muitos anos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.almadanoite.webnode.com.br
Jaja de Lioncourt
avatar
Administrador
Administrador

Mensagens : 6571
Data de inscrição : 03/01/2009
Localização : New Orleans

MensagemAssunto: Re: Cabarét Francês   8/5/2010, 4:12 pm

Os olhos do Velho Vampiro brilharam. A coisa estava se tornando realmente deslumbrante! Vinha uma grande história por ali.
Deixou todos a vontade ao se recostar em seu confortável divã, cruzou os braços atrás da cabeça e disse.

- Vamos meninas, vamos. Sou todo ouvidos!

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ailhadanoite.forumeiros.com
A&J
avatar
Marius (1000)
Marius (1000)

Mensagens : 1296
Data de inscrição : 01/06/2010
Localização : São Paulo

MensagemAssunto: Re: Cabarét Francês   8/6/2010, 3:31 pm

Ariane olhou para Jaja. Surpreendeu-se ao ouvir sua voz; na ansiedade em que estava, havia se esquecido momentaneamente do vampiro. Deu um pequeno sorriso torto; conhecia algumas das aventuras daquela criatura, e já devia saber que ele se interessaria por novas. Ora, isso poderia muito bem ser útil.
Voltou sua atenção para Agatha. A jovem estava com os olhos arregalados, claramente surpresa. Ariane continuou:
— Não pude ver o rosto de seu criador em sua mente. Talvez... talvez não seja o mesmo — por mais que quisesse, ela não acreditava no que dizia. — Não poderia ser. Qual era o nome? O nome de seu criador?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.almadanoite.webnode.com.br
Ágatha de Lambert
avatar
Louis (100)
Louis (100)

Mensagens : 184
Data de inscrição : 02/05/2010

MensagemAssunto: Re: Cabarét Francês   8/9/2010, 8:20 pm

Ágatha, se viu cercada por restos de seu passado, era como se ele voltasse à tona, para acenar para ela. Estava verdadeiramente surpresa, enquanto Ariane, esperava alguma resposta, junto de Jaja, que desde que soube da história se interessou, e quis ajudar.
Ágatha, estava esperando o momento certo para realmente pedir ajuda, este momento acabava de chegar.-"Alguém, foi preso no mesmo castelo que eu?"-Pensava a jovem, que acomodava na cadeira, e tirava sua máscara, mostrando melhor, sua face branquíssima.
Ágatha finalmente, havia perdido seu medo, enrijeceu sua face, e sua boca entreaberta, se preparava para finalmente, contar tudo que afligia a jovem.
-Não consigo acreditar, mas... já que diz, e vejo seus pensamentos...-Parou por um instante, colocou a mão em sua testa, como se estivesse com dores, ou muito preocupada, e logo continuou.-Seu nome era Leroy, Lorde Leroy; era perverso, e frio, mas ao mesmo tempo, à olhares externos, parecia carinhoso e afável. Não sei se é o mesmo que a criou, mas se for... sinto muito... -Dizia Ágatha, enquanto esperava a reação de Ariane, então olhou para sua máscara, de uma maneira afável, e de seus olhos caíram pequeninas pedrinhas vermelhas, então a apertou contra seu peito, e a colocou de volta em seu rosto.


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://banalnadabanal.blogspot.com/
Jaja de Lioncourt
avatar
Administrador
Administrador

Mensagens : 6571
Data de inscrição : 03/01/2009
Localização : New Orleans

MensagemAssunto: Re: Cabarét Francês   8/10/2010, 1:45 am

Se fosse possível Jaja prenderia a sua respiração temendo atrapalhar o fio da meada da bela e interessante vampira a sua fente.
Ansiava por mais, assim como ansiava por sangue...

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ailhadanoite.forumeiros.com
A&J
avatar
Marius (1000)
Marius (1000)

Mensagens : 1296
Data de inscrição : 01/06/2010
Localização : São Paulo

MensagemAssunto: Re: Cabarét Francês   8/11/2010, 4:17 pm

Oh, droga.
Ariane fechou os olhos e deu um suspiro profundo, para se acalmar.
— Sim, foi ele — ela disse e então abriu os olhos. — Leroy.
Seu rosto se endureceu e ela olhou para Jaja, tentando ver em sua mente se ele conhecia o vampiro citado. Não, não conhecia; ela bem se lembrava de como Leroy se tornava invisivel quando queria.
Pensou em trancar a mente quando notou as lembranças vindo, mas desistiu. Sabia que todos no salão estavam vendo sua mente, mas não se importou.
Lembrava-se de ter sido convencida a seguí-lo para aquele castelo, muitos anos atrás. Sua irmã.... Sua irmã estava doente. Ela precisava conseguir dinheiro, precisava ajudar a irmã. E Leroy apareceu como que por mágica, rico e imponente. "Venha", ele havia dito. "Venha comigo e ajudarei sua irmã". No momento, ela não entendera como ele sabia sobre sua irmã. Mas ela entendeu que ele podia ajudá-la. Viu em seus olhos, brilhantes olhos castanhos num rosto branco como de mármore, que ele tinha poder para fazer o que quisesse; sentiu essa convicção forte, como muitos mortais sentem ao verem vampiros.
O seguiu e em pouco tempo foi transformada, já dentro do castelo. Ariane se sentia, no momento, como todos os vampiros se sentem ao serem transformados; não hesitou ao seguir Leroy pelo castelo, e só quando chegou a um quarto escuro e vazio é que percebeu que era um tipo de prisão. Mas então, já era tarde. Leroy a prendera e fora forte o bastante para não permitir que escapasse, até que guardas a mantiveram ali. "Por quê?" ela começou a gritar, mas o vampiro já havia saído.
Ariane só descobriu o motivo de sua prisão na noite seguinte... E agora, naquele salão, com Agatha e Jaja a lhe observarem e visualizarem suas memórias, ela pensava se Leroy não havia mentido sobre o motivo. Para quê ele teria prendido Agatha, se já havia feito aquilo com ela? Não fazia sentido.
— Ele lhe contou algo mais? — perguntou Ariane à jovem vampira em sua frente. — Digo, sobre sua transformação e prisão... Ele disse algo mais sobre isso? Mais algum motivo, além do amor que sentia por ti?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.almadanoite.webnode.com.br
Ágatha de Lambert
avatar
Louis (100)
Louis (100)

Mensagens : 184
Data de inscrição : 02/05/2010

MensagemAssunto: Re: Cabarét Francês   8/23/2010, 10:35 pm

-Não me contou nada, como disse fiquei presa no quarto o tempo todo, ele apenas ia lá de vez em quando, mas não dizia nada de importante, bom, mas agora, se me dão licença, tenho que ir, espero vê-los amanhã a noite.-Ágatha se despediu de todos, e saiu do local, pois já ia amanhecer.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://banalnadabanal.blogspot.com/
A&J
avatar
Marius (1000)
Marius (1000)

Mensagens : 1296
Data de inscrição : 01/06/2010
Localização : São Paulo

MensagemAssunto: Re: Cabarét Francês   8/24/2010, 10:31 am

Ariane olhou triste enquanto Agatha saia, acompanhada de Jaja. Voltou o rosto para ele, e percebeu que ele ainda queria saber mais sobre a história toda. Ela não poderia culpá-lo por isso.
— Minha irmã morreu — Ariane disse. — Leroy não a ajudou. Se tivesse, eu não teria me importado em continuar lá.
— Não teria? — Jaja perguntou, de forma solidária e um pouco irônica.
Ariane abriu um sorriso cansado.
— Acho que teria sim. Seria só uma questão de tempo para que eu fugisse. — fez uma pausa e então continuou. — Acho que ele precisa reforçar a segurança, se Agatha conseguiu escapar também...
Jaja sorriu, e continuou com o brilho de expectativa nos olhos. Queria saber qual era o motivo da prisão de Ariane. A vampira suspirou.
— Leroy foi só uma peça do jogo — ela disse para Jaja, mas sabendo que os outros vampiros no salão prestavam atenção. — Ele tinha seu próprio mestre. Não gostava de chamá-lo assim; queria sentir que fazia tudo apenas por amor. Mas era mentira. Era subordinado. E me transformou para... Para me dar de presente à seu mestre.
Ela falou as última palavras com certo nojo em sua voz. Olhou para Gabrielle, que observava a tudo aquilo em silêncio. Suas feições tiveram uma mudança mínima, mas logo voltaram ao normal; frias.
Ariane continuou:
— Seu nome era Carlo. Ele bebia de mim muitas vezes; colocava muitos pensamentos em minha cabeça, também. Por um tempo, me fez acreditar que minha irmã ainda estava viva, e que somente se eu continuasse com ele ela permaneceria viva. Mas um dos díscipulos de Leroy, o mesmo que anos mais tarde viria a ajudar Agatha a escapar, me disse a verdade. Eu, então, me livrei de todo controle que Carlo pudesse ter sobre mim. E em uma bela noite, enquanto ele mais uma vez se aproximava para me morder, eu esperei até que estivesse perto o bastante, e peguei a vela que estava ao meu lado, em uma mesa à esquerda. O susto com o fogo súbito em cima dele foi o suficiente para que eu corresse e pegasse as outras velas, jogando todas sobre ele, e depois, sobre as cortinas da casa. Fugi daquele lugar com a certeza de que havia matado Carlo. Por isso não entendo porque Agatha foi aprisionada.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.almadanoite.webnode.com.br
Jaja de Lioncourt
avatar
Administrador
Administrador

Mensagens : 6571
Data de inscrição : 03/01/2009
Localização : New Orleans

MensagemAssunto: Re: Cabarét Francês   9/26/2010, 8:44 am

Jaja ouvia fascinado o relato da linda vampira a sua frente. Ficou naquele mutismo que tantas vezes lhe acometia.... Quando falou, piscou um olho amistosamente.

- E alguma de vocês duas sabem onde encontrar esse Leroy? E que tal o Carlo?

Finalmente Gabrielle , conhecendo Jaja como já o conhecera viu o velho fogo de seu amigo e criador se fazer novamente presente. Resolveu, um pouco que relutante, se aproximar e demonstrar algum interesse... Quem sabe dalí aconteceria alguma coisa nova?

_________________


Última edição por Jaja de Lioncourt em 9/26/2010, 5:13 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ailhadanoite.forumeiros.com
A&J
avatar
Marius (1000)
Marius (1000)

Mensagens : 1296
Data de inscrição : 01/06/2010
Localização : São Paulo

MensagemAssunto: Re: Cabarét Francês   9/26/2010, 3:50 pm

— Que tal o.... Carlo? — Ariane perguntou, os olhos se abrindo um pouco, assustados. — Você acredita que ele esteja vivo? — ela parou de falar na última frase. Claro que sim; Jaja sabia muito bem como era sobreviver ao fogo. Por que Carlo também não sobreviveria?
— Mas então... — Ariane começou novamente, o rosto num misto de compreensão, raiva e medo. — Ele ou Leroy podem estar a procura de Agatha, ou até mesmo de mim. Isso é perigoso para nós duas. Ela precisa voltar, precisamos ficar juntas.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.almadanoite.webnode.com.br
Ágatha de Lambert
avatar
Louis (100)
Louis (100)

Mensagens : 184
Data de inscrição : 02/05/2010

MensagemAssunto: Re: Cabarét Francês   9/26/2010, 8:49 pm

Acabara de anoitecer, Ágatha resolve sair, e caçar; então lembrou-se dos amigos que fizera na noite anterior, e pensou que estaria mais segura caso se afastasse deles. Mesmo tendo essa ideia, nunca saia de sua cabeça que aquela vampira Ariane, e também Jaja, poderiam ajudá-la. Ponderou por alguns instantes, e percebeu que o melhor seria voltar ao Cabarét, talvez os encontrasse lá outra vez...
Estava encostada em uma árvore, com um vestido, e uma capa preta, dessa vez, havia deixado a peruca de lado, por enquanto a máscara permanecia, um tipo de inseto nunca visto antes por ela, se aproximou de seu pescoço sem que a jovem percebesse, era um inseto diferente, parecia uma barata, mas com um casco duro, azul brilhante, como uma pedra preciosa, o insento picou o pescoço de Ágatha, que rapidamente afastou-se da árvore, levando a mão ao pescoço, logo sentiu seu sangue quente, sua cabeça doia fortemente, seus olhos começaram a arder, e a jovem teve uma sensação de poder em suas mãos, se sentia capaz de fazer o que quisesse.
-Quero vingança! Aquele maldito não podia ter feito isso comigo!- Disse ela com raiva em seus olhos, que agora eram da cor de fogo. Seu sorriso sarcástico ainda estava no lugar, mas algo havia mudado... A jovem não parecia ser a mesma de antes, seu rosto bondoso e seu sorriso expressivo e sarcástico, deram lugar a olhos inquiridores e sensuais, e a um "rizinho" de desdém, agora seu objetivo era vingar-se de Lorde Leroy.
Lentamente subiu a mão até o rosto, e tirou a máscara, olhou-a rindo de uma maneira estranha... apertou-a entre as duas mãos, a quebrando, então seguiu pela alameda, imponente, e jogou a máscara na sarjeta.
Chegou ao Cabarét, e logo avistou alguns de seus companheiros da noite que se passou. Entrou, e todos perceberam que sua fisionomia estava mudada, não poderia ser a mesma Ágatha de antes.
-Achei que não os encontraria outra vez... Ainda falando sobre aquele vampiro imbecil?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://banalnadabanal.blogspot.com/
A&J
avatar
Marius (1000)
Marius (1000)

Mensagens : 1296
Data de inscrição : 01/06/2010
Localização : São Paulo

MensagemAssunto: Re: Cabarét Francês   9/29/2010, 5:04 pm

Ariane se surpreendeu com a atitude da vampira que acabara de chegar, uma noite depois de conhecê-la, e apreciou melhor seu bonito rosto sem a máscara. Então sorriu; um sorriso maldoso, como o de Ágatha, mostrando que pensavam o mesmo.
Mas Ariane conseguia controlar seu ódio melhor do que a vampira, por fazer isso há mais tempo. Ela tirou o sorriso do rosto e observou paciente enquanto Ágatha se sentava perto dela, novamente ao lado de Jaja e só um pouco afastados dos outros vampiros presentes, que até então não haviam se pronunciado sobre o assunto.
— Você acredita que Leroy fosse o único aliado de Carlo? Ou que Leroy não tivesse seus próprios aliados? — Ariane perguntou para Ágatha.
— Claro que não. A esse ponto devem ter um exército de idiotas com eles.
— Pois bem. Então você deve saber, Ágatha, que não podemos enfrentar um exército sozinhas. Mesmo que não seja isso tudo, não podemos ir despreparadas, esperando o mais fácil. Sabe disso, certo?
Ágatha ficou em silêncio por dois segundos antes de responder:
— Sei.
Mais um momento de silêncio se instalou antes que Ágatha voltasse a falar, com um pequeno sorriso desdenhoso no rosto:
— Você vai comigo. — não era uma pergunta, mas uma confirmação para ela mesma.
— Claro. Acha que não sou vingativa? Acha que nunca planejei uma vingança? Pois planejei. Mas acabei por mudar de idéia, por ainda não confiar em mim mesma. Mas hoje confio. E — Ariane aumentou o volume da voz sutilmente, mas todos perceberam. — confio também em qualquer um que decida se juntar a nós.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.almadanoite.webnode.com.br
Jaja de Lioncourt
avatar
Administrador
Administrador

Mensagens : 6571
Data de inscrição : 03/01/2009
Localização : New Orleans

MensagemAssunto: Re: Cabarét Francês   9/30/2010, 12:47 am

Jaja se deliciou com a atitude das 2 belas vampiras. Uma nova aventura! Seria muito divertido isso.

- Quando e aonde vamos primeiro?

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ailhadanoite.forumeiros.com
Lafayette
avatar
Maharet (2000)
Maharet (2000)

Mensagens : 2182
Data de inscrição : 08/07/2010
Localização : Londres

MensagemAssunto: Re: Cabarét Francês   10/16/2010, 1:12 am

Uma das dançarinas se aproxima da mesa. Estava com uma roupa característica: um vestido rodado vermelho e preto e uma cartola. O rosto extremamente pálido contrastava com o batom vermelho e os longos cabelos negros, mas ao contrário das outras dançarinas, ela não estava usando maquiagem.
- Vingança, contra Carlo? Estou dentro. - Disse com um sorriso irônico nos lábios.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Jaja de Lioncourt
avatar
Administrador
Administrador

Mensagens : 6571
Data de inscrição : 03/01/2009
Localização : New Orleans

MensagemAssunto: Re: Cabarét Francês   10/16/2010, 5:01 am

Agora Jaja realmente se surpreendeu...

- Mas esse Carlo era um Vampiro Garanhão mesmo... Seduziu moças belas e as transformou. Sente-se Cherrie. Conte-nos sua história.

E levantou-se puxando uma cadeira para a bela vampira que se aproximara.

_________________


Última edição por Jaja de Lioncourt em 10/17/2010, 3:07 am, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ailhadanoite.forumeiros.com
Lafayette
avatar
Maharet (2000)
Maharet (2000)

Mensagens : 2182
Data de inscrição : 08/07/2010
Localização : Londres

MensagemAssunto: Re: Cabarét Francês   10/16/2010, 3:21 pm

A vampira se senta a mesa e sem demoras começa a contar sua história:

- Bem, não foi este o motivo que me fez odiá-lo. Quando eu o conheci já era uma vampira, uma vampira ainda jovem e ingênua. Mas deixem eu me apresentar primeiro, me chamo Lafayette, este nome eu mesma escolhi e foi tirado do lugar de onde eu vim. Fui transformada aos 21 anos, isso em 1895. Como a criatura que me criou me abandonou pouco tempo depois, eu não sabia muito sobre a minha nova "vida", se é assim que posso chamar.

Como muitos vampiros fazem, depois de um tempo comecei a viajar pelo mundo tentando descobrir algo e, naqueles tempos, ainda estava percorrendo a Europa. Quando estava em uma cidadezinha no sul da França, nós nos conhecemos. Carlo só era encontrado nessas pequenas cidades, não se atrevia a ir para Paris onde se encontram vampiros bem mais poderosos que ele. É apenas mais um covarde.

Ele veio até mim e, podendo ler meus pensamentos, sabia exatamente o que eu queria. Disse que podia me mostrar o mundo, me explicar todos os segredos do nosso ser, que me contaria tudo o que sabia. Eu que até então não havia tido contato com outro vampiro a não ser com quem me criou, acreditei na conversa dele, impressionada com os seus modos e com tudo o que dizia. Então disse que precisava da minha ajuda e que só me contaria tudo se eu colaborasse com ele.

Me parece que ele tinha algum tipo de plano maior, mas nunca me contou o que era, apenas me dava tarefas a cumprir. Ele me deixou ficar em seu castelo, onde eu vivia com os outros vampiros, mas eu nunca sabia realmente o que ele estava fazendo.

O tempo foi passando e ele nada me dizia, eu já estava começando a ficar descrente com aquilo tudo. Quando eu descobri que ele e alguns de seus melhores aliados transformavam mortais contra a sua vontade e os tracavam em outro castelo que eles tinham, foi o fim para mim. Me senti usada, humilhada e sabia que ele não tinha resposta nenhuma. Fugi na mesma noite. Provavelmente ele deve ter ficado louco porque eu fugi, mas desde então nunca mais o vi.


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
A&J
avatar
Marius (1000)
Marius (1000)

Mensagens : 1296
Data de inscrição : 01/06/2010
Localização : São Paulo

MensagemAssunto: Re: Cabarét Francês   10/16/2010, 10:47 pm

Ariane olhou para Lafayette espantada e admirada. Variou olhares entre a dançarina e Jaja, com um brilho esperançoso e um pouco maligno nos olhos.
— Então aceitam o convite para vingar-se? Ah, mas isso é ótimo. Podemos partir amanhã a noite. Se estiver bom para todos, claro.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.almadanoite.webnode.com.br
Jaja de Lioncourt
avatar
Administrador
Administrador

Mensagens : 6571
Data de inscrição : 03/01/2009
Localização : New Orleans

MensagemAssunto: Re: Cabarét Francês   10/17/2010, 3:12 am

Jaja agora era pura ansiedade.

"Mais uma vítima do sexo feminino... "

- Está mais que na hora de pelo menos termos uma conversinha com esse Carlo.

Olhou de canto de olho para sua silenciosa amiga Gabrielle no canto do Cabaret pedindo mentalmente. "Venha conosco!"

Virando para a nova vampira ali presente pergunta:

- Qual é mesmo o nome da cidade do interior que você disse que ele mora?

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ailhadanoite.forumeiros.com
. Foxy .
avatar
Maharet (2000)
Maharet (2000)

Mensagens : 2251
Data de inscrição : 11/08/2010
Localização : Sem local definido

MensagemAssunto: Re: Cabarét Francês   10/17/2010, 6:21 pm

- Vampiros ...
O cheiro de seu sangue era ainda mais inebriante que o de mortais. Estavam próximos, mas por que estariam reunidos?
E principalmente por que estavam tão destraidos a ponto de uma vampira a milhas de distancia poder sentir que estavam juntos ? ...
Muito estranho.
E a cidade exalava preocupações, valeria ir até lá?
Oh... vejam só, ele está lá.
Então vamos ver o que os anos fizeram a esse maldito...

Afundada em seus pensamentos, destraida, fazendo o mesmo que a pouco estava recriminando os outros vampiros por fazerem.

Cabaret, todos com o mesmo aroma, as mesmas luzes, que doce ilusão, onde tudo fica mais saboroso e belo. Como os mortais a sua volta.
Sede... O nectar vampirico, o elemento que transforma toda a sua existencia.

Começava a se lembrar do lugar de onde viera, quase podia sentir o vento que trazia consigo pequenas gotas d'gua.

Estava divagando... Volte a seu plano inicial. Fazer contato com os vampiros aqui reunidos, e descobrir que animosidade é esssa que paira por essa cidade.


- Boa Noite queridos.
Disse isso, se aproximando da mesa pelo fundo do salão.
Em uma ousadia que não era nada incomum, tocando levemente no ombro de Monsieur Lioncourt... quase um sussuro..
- Você esqueceu de como se disfarçar mon cher? Senti sua presença e a dos jovens a uma distância considerável daqui.

Voltando-se para os outros sentandos a mesa.

- Me chamo Foxy... é o nome que escolhi para mim, nessa nova era. Já tive vários nomes...Várias histórias. E quero dividi-las com vocês. Além disso, estou disposta a acompalha-los na empreitada que sinto que vocês estão planejando.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://kafoxy.blogspot.com
Jaja de Lioncourt
avatar
Administrador
Administrador

Mensagens : 6571
Data de inscrição : 03/01/2009
Localização : New Orleans

MensagemAssunto: Re: Cabarét Francês   10/18/2010, 12:40 am

Agora Jaja realmente estava surpreso! "A Foxy por aqui? Hmmm isso está ficando cada vez mais interessante." Essa aventura estava parecendo cada vez melhor. Quanto tempo não se excitava tanto!

- Realmente, velha amiga. Não me preocupo mais tanto em disfarçar a minha presença como antes. Mas... o que lhe traz aqui nessa noite deliciosa?


_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ailhadanoite.forumeiros.com
Lafayette
avatar
Maharet (2000)
Maharet (2000)

Mensagens : 2182
Data de inscrição : 08/07/2010
Localização : Londres

MensagemAssunto: Re: Cabarét Francês   10/18/2010, 2:45 pm

- Prazer, Foxy. Me chamo Lafayette. Para nossa sorte, parece que o nosso grupo está se tornando cada vez maior.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
A&J
avatar
Marius (1000)
Marius (1000)

Mensagens : 1296
Data de inscrição : 01/06/2010
Localização : São Paulo

MensagemAssunto: Re: Cabarét Francês   10/18/2010, 3:21 pm

Ariane havia rido alto assim que Foxy terminara de falar. Não imaginara que o apoio poderia chegar a tanto! Estava em êxtase com a idéia do confronto. Virou-se para Foxy:
— Prazer, ma chérie — disse, e então riu mais uma vez, para si mesma. Até que conseguira criar um falso sotaque na voz; adorava o francês, adorava quando pequenas palavras nessa língua escapavam das bocas dos vampiros ali presentes. Jaja, Foxy... Gabrielle. Voltou-se para ela. Seria querer muito, esperar que ela fosse com eles?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.almadanoite.webnode.com.br
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Cabarét Francês   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 

Cabarét Francês

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 3 de 7Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte

 Tópicos similares

-
» A garota do cabaré... beleza sua virtude? ou sua pior desgraça?

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
A Ilha da Noite :: BIBLIOTECA SECULAR :: TOMANDO DA PENA-