A Ilha da Noite

Para aqueles que amam o maravilhoso mundo criado pela Mestra inigualável Anne Rice. Lestat, Louis, Armand, Marius, Mayfairs, A Talamasca... Todos estão aqui.
 
InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Cabarét Francês

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte
AutorMensagem
A&J
avatar
Marius (1000)
Marius (1000)

Mensagens : 1296
Data de inscrição : 01/06/2010
Localização : São Paulo

MensagemAssunto: Re: Cabarét Francês   12/30/2010, 10:54 am

Ariane deu a volta em Leroy a partiu para cima do vampiro atrás dele, o jovem. Ainda não mataria Leroy, não com tantas distrações.
Ariane tentou agarrar o vampiro pelo pescoço, mas esse se desviou no último momento. Ainda assim, a vampira levou vantagem, pois pôde girar e se postar atrás do outro, assim como Foxy. Mas, ao invés de dar um chute, Ariane abriu sua mão e agarrou o pescoço do vampiro por trás, arranhando para o lado com força e o fazendo sangrar e gritar.
O vampiro virou-se para ela, extremamente raivoso, e deu um simples mas potente soco na vampira. Ela continuou de pé, por pouco não caindo. Agora sua fúria era maior, o que só a tornava uma melhor lutadora. Ela retribui o soco rapidamente e chutou a barriga do infeliz, logo depois empurrando para trás e o fazendo cair nos pés de Leroy, que parecia estar em alguma briga mental com Jajá ou com Gabrielle... ou talvez com outro alguém.
O bruxo.
Ariane tinha de terminar aquilo logo. Tinham de achar o bruxo que estava controlando o espírito, e...
Droga! Angélique estava desmaida na cadeira. Ela não mais seria útil, não por enquanto. E o maldito espírito agora investia contra Ariane, que estava muito perto de alcançar o vampiro e quebrar seu pescoço, ou talvez de arrancar sua cabeça. Mas ela estava sendo empurrada para trás por uma poderosa lufada de... vento? Algo assim, ela não soube distinguir. Mas sabia que aquilo estava atrapalhando.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.almadanoite.webnode.com.br
Lafayette
avatar
Maharet (2000)
Maharet (2000)

Mensagens : 2182
Data de inscrição : 08/07/2010
Localização : Londres

MensagemAssunto: Re: Cabarét Francês   12/30/2010, 4:10 pm

Lafayette foi direto na direção do pescoço do vampiro, ele desviou e a agarrou por trás, em um golpe gravata."Calma aí, mocinha!" Ela mordeu o seu braço com toda a força e arrancou um pedaço, ele a soltou, raivoso. No segundo em que ele olhou para o braço, ela lhe deu um soco na cara, fazendo-o se desequilibrar. Um grito. Seria Angélique? Lafayette se distraiu e essa foi a deixa para que o vampiro loiro a agarrasse pelo pescoço, levantando-a do chão e jogando-a a metros distância, nos fundos do palco.

Atordoada, jogada no chão, ela podia ouvir sirenes ao longe. O vampiro vinha em sua direção. Teriam que acabar com isso logo. Levantou-se e se recuperou rápido, ele já estava na sua frente, pronto para outro ataque. Ela correu, ele lhe agarrou pelos cabelos, ela o chutou e saiu correndo em direção aos camarins. Se escondeu atrás de uma das portas e tirou seu sobretudo, quando ele entrou, a vampira jogou o casaco sobre o rosto dele, e amarrou as mangas atrás, impedindo que visse qualquer coisa. Finalmente conseguiu agarrar sua cabeça e quebrar o pescoço. Arrancou a cabeça para se certificar de que ele não se recuperaria tão cedo.

Correu de volta para o salão e foi para o bar, pegou uma garrafa da primeira bebida alcoólica que encontrou. Por sorte achou um isqueiro em cima de uma mesa. Ao redor, os outros ainda lutavam, mas não pode prestar muita atenção ao que acontecia a sua volta. Voltou para o camarim, jogou a bebida em cima do corpo do vampiro e o jogou pela janela, onde ele caiu inerte na rua de trás, deserta. Pulou a janela, parou ao lado do corpo o tacou fogo nele. Pronto, menos um para nos incomodar.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
. Foxy .
avatar
Maharet (2000)
Maharet (2000)

Mensagens : 2248
Data de inscrição : 11/08/2010
Localização : Sem local definido

MensagemAssunto: Re: Cabarét Francês   12/30/2010, 8:35 pm

Foxy estava adorando toda aquela luta...
Pois bem, era hora de acabar com aquela bobinha....

Agarrou-a pelos cabelos e saiu arrastando pelo Cabaret... A vampira se debatia e gritava.
- Grite mais, e eu vou arrancar seus cabelos, e levar parte do seu crânio com isso. - Foxy berrou.
Mas a vampira consegiu se soltar. Isso por que Foxy foi atacada por alguma coisa insivível.
Sim, o espírito. Parecia estar atacando seu próprio espirito. Fazendo com que sentisse dores tremendas... Mas ela não ia se deixar abater por isso... Com algum esforço recuperou o controle de seu corpo.

- Volte aqui, sua abusada. E diga a esse maldito espirito que fique longe de mim. Não tenho medo dele, nem do bruxo que o controla... Se ao menos eu encontrasse esse covarde.

Seguindo com seu intuito de matar a vampira asiática, a agarrou pelos ombros e mordeu seu pescoço, arrancando um grande pedaço dele. Fazendo o sangue correr, deixando a inimiga enfraquecer. A vampira tentou dar uns socos muito desajeitados. Logo se via que não era nada experiente em brigas... Pior para ela.
Que enquanto tentava se livrar, foi novamente mordida por Foxy e continuou a sangrar.

Com um grande esforço soltou-se e tentou correr para fora do Cabaret, mas foi interceptada. Foxy finalmente conseguiu o que queria e deixou a vampira inconciente, enquanto procurava uma fonte de fogo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://kafoxy.blogspot.com
A&J
avatar
Marius (1000)
Marius (1000)

Mensagens : 1296
Data de inscrição : 01/06/2010
Localização : São Paulo

MensagemAssunto: Re: Cabarét Francês   12/31/2010, 6:19 pm

Ah, aquele maldito espírito era poderoso. Ele conseguia atacar mais de um vampiro por vez. Mas Ariane notou que o que a empurrava para trás ficou um pouco, só um pouco mais fraco. Bem, por mais que fosse poderoso, ele estava se esforçando muito.
Ariane se postou em frente a Leroy, que olhava para tudo o que acontecia um pouco descoordenado, como se não tivesse estado ali nos últimos momentos. QUando viu a vampira em sua frente, mostrou os dentes a ela, automaticamente.
Ariane tombou a cabeça para o lado levemente e começou a andar para o lado oposto. Leroy a acompanhava, os dois dançando lentamente no meio do salão, enquanto Lafayette jogava fogo no vampiro do lado de fora e Foxy procurava algo para matar a asiática.
E Jajá e Gabrielle? Estariam eles procurando o tal bruxo, ou combatendo o espírito por eles mesmos?
Ariane então percebeu que outro vampiro que estava com ela não se encontrava mais no lugar. Louis. Ela devia saber que Jajá o levaria para a mesma aventura. Mas que aventura seria essa?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.almadanoite.webnode.com.br
Lafayette
avatar
Maharet (2000)
Maharet (2000)

Mensagens : 2182
Data de inscrição : 08/07/2010
Localização : Londres

MensagemAssunto: Re: Cabarét Francês   1/4/2011, 3:34 pm

Lafayette voltou para o salão e encontrou o caos: o espírito estava se concentrando muito e agora jogava objetos do salão nos presentes, sem falar daquele estranho vento que os açoitava. A vampira desviou de uma mesa que se chocou contra a parede atrás dela e de repente sentiu uma forte dor em todo o seu corpo. Aquele maldito espírito!Teve de ser forte e ignorar aquela dor, assim como os outros a estavam ignorando e seguindo em frente.

Achou Foxy de um lado, à procura de algo. Fogo. A vampira asiática jazia inerte na sua frente. Do outro lado, Ariane estava se preparando para uma batalha com Leroy e o corpo do outro vampiro com quem ela lutara estava jogado em um canto, não morto, mas sim se recuperando lentamente.

Lafayette correu em direção ao corpo daquele vampiro, desviando dos objetos que tentavam acertá-la. Quando tentou pegá-lo, o espírito o levantou, mas ela conseguiu agarrá-lo a tempo. Foxy pegou o corpo da vampira com quem acabara de lutar e as duas foram correndo ao bar, exatamente onde a estante de bebidas estava caída. Lafayette então levantou a estante e ali estavam garrafas e mais garrafas quebradas no chão, formando poças de bebida. Ela e Foxy rolaram os corpos dos vampiros naqueles líquidos e os incendiaram com o isqueiro, se afastando do fogo em seguida.

Então algo chamou sua atenção. Jaja e Gabrielle saíram pelas portas do fundo, Jaja carregando Angélique nos braços. Leroy também percebeu, deu um golpe em Ariane, jogando-a no chão, e foi atrás dos três.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
A&J
avatar
Marius (1000)
Marius (1000)

Mensagens : 1296
Data de inscrição : 01/06/2010
Localização : São Paulo

MensagemAssunto: Re: Cabarét Francês   1/4/2011, 5:20 pm

Ah, merda.
Ariane estava caída enquanto observava Leroy correr para Jajá e Gabrielle, e tentou segurá-lo pela perna, mas não teve tempo. Levantou-se rapidamente, talvez só por instinto, já que o fogo nos vampiros estava muito quente, não muito próximo a ela mas não longe o bastante.
Ela olhou para Foxy e para Lafayette para ter uma comunicação muda; não precisavam dividir pensamentos para isso, somente olhares. As três correram pela porta por onde Leroy saíra, atrás de Jajá e de Gabrielle que fugiram. Ariane imaginou que haviam corrido para colocar a mortal em algum local seguro. Mas por que diabos Jajá não queimava o vampiro? É claro que Ariane queria ter o prazer de matá-lo, mas se a situação não permitisse isso, ela aceitaria.
Lá fora, nos fundos do Cabaret, em um local escuro e maltratado, Leroy e Gabrielle lutavam, mas ambos estavam distraídos demais para conseguir nocautear o outro; ou fingiam estar. Os dois olhavam para Jajá, que tentava desesperadamente reanimar Angélique, e quase conseguindo. Leroy parecia mais querer chegar até a mortal do que fazer qualquer coisa com Gabrielle.
E era visível a força do espírito sobre eles. Então, em certo momento, o espírito se concentrou completamente em Jajá, pegando-o desprevenido e o empurrando para longe de Angélique.
É isso, Ariane pensou. Ela teve de engolir sua vontade de matar Leroy e sair dali. Correu para dar a volta no Cabaret e encontrar o bruxo que controlava o espírito, e foi seguida por um vampiro ou vampira, mas não olhou para trás para saber quem; só sabia que não oferecia perigo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.almadanoite.webnode.com.br
Gabrielle de Lioncourt
avatar
Co-Adm
Co-Adm

Mensagens : 3389
Data de inscrição : 05/01/2009
Localização : Around The World

MensagemAssunto: Re: Cabarét Francês   1/4/2011, 6:09 pm

No momento em que Gabrielle vira Jajá ser nocauteado pelo espírito, distraiu-se tanto que quase levara um golpe fatal de Leroy. Mas se recuperou logo do choque, e com sua força de antiga, conseguiu arremessar o vampiro para longe de si, e ver o que podia fazer. Sua vontade era queimá-lo, mas sentia que devia deixar esse prazer para Ariane, só o fazendo em último caso.

Pensara em seguir Ariane, porém sabia que tinha que proteger Angélique. E foi por isso que, segundos depois de arremessar Leroy longe, tentou aproximar-se de Jajá para reanimá-lo e levar Angélique dali, pois Leroy não tardaria a voltar. E conseguiu faze-lo bem a tempo, já que logo após Jajá tentar voltar para Angélique, Leroy retornara.

_________________
“E assim, estendemos a mão para o caos furioso, apanhamos alguma coisa pequena e brilhante e nos agarramos a ela, dizendo para nós mesmos que ela tem significado, que o mundo é bom, que não somos a encarnação do mal e que no fim iremos pra casa.”

-
-
-

"Estaria sempre dividido. Sempre haveria a dor. Dor e prazer interligando-se e moldando-o, mas um, na verdade, jamais se sobrepondo ao outro; nunca haveria paz."



Assinatura


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.thesenseofdoubt.blogspot.com/
Jaja de Lioncourt
avatar
Administrador
Administrador

Mensagens : 6550
Data de inscrição : 03/01/2009
Localização : New Orleans

MensagemAssunto: Re: Cabarét Francês   1/4/2011, 7:37 pm

Finalmente ouviram a voz de Jaja:

- Façam tudo para proteger a mortal Angélique!

Virou o rosto para cima e gritou.

- Aqui espírito abobado. Venha me pegar! Você realmente acha que pode com Monsieur de Lioncourt? Seu fraco! Seu desprezível! Não tem forças nem para possuir um corpo. VENHA!

E usando seus poderes levantou vôo seguindo para longe dali, esperando atrair de vez o espírito.

Sentiu pela mudança de temperatura e força do vento que, por enquanto estava conseguindo seu intento. Mandou uma mensagem para os outros.

"Achem o Bruxo que controla essa coisa. O mais rápido que puderem!"

_________________
Bebe comigo?

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ailhadanoite.forumeiros.com
. Foxy .
avatar
Maharet (2000)
Maharet (2000)

Mensagens : 2248
Data de inscrição : 11/08/2010
Localização : Sem local definido

MensagemAssunto: Re: Cabarét Francês   1/5/2011, 7:10 pm

Foxy concentrou toda a sua energia para rastrear a área e encontrar o bruxo...
Até que sentiu a mente dele.

- Laffayete, vamos. Encontrei o bruxo - ela disse.
- Claro, onde ele está? - perguntou a vampira.
- Em uma casa, do lado do Cabarét. É lá que ele está se escondendo.

Parando um segundo em sua caminhada... fez contato mental com Jaja.

" Encontrei o bruxo. Tente vir, ou avise os outros. "

Terminado o contato Foxy saiu pela rua ao lado do Cabaret para tentar camuflar seu caminho. Seguida por Laffayete...
Dando a volta na rua encontrou a casa. Uma casa simples mas escondida o suficiente para não ser notada. A não ser por vampiros como ela, com sentidos aguçadissimos.

- Ouça... Sinta, sente o poder vindo da casa? É o bruxo. - disse a Laffayete
- Sim, estou sentindo um poder que vem da casa e chega até o Cabaret - Laffayete disse.

As duas encontraram a porta dos fundos da casa...

- Entramos agora ou esperamos os outros? - perguntou Laffayete.
- Você ouviu o recado de Jaja, encontrar e matar o bruxo. Mas, acho melhor atacar todos juntos. Esse ai é um forte oponente, muito mais que aqueles vampiros... - disse Foxy.

E ficaram as duas esperando os outros vampiros e tentando ao máximo não serem notadas.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://kafoxy.blogspot.com
A&J
avatar
Marius (1000)
Marius (1000)

Mensagens : 1296
Data de inscrição : 01/06/2010
Localização : São Paulo

MensagemAssunto: Re: Cabarét Francês   1/6/2011, 2:10 pm

Ariane havia seguido Foxy assim que a vampira teve a localização do bruxo e agora estava com ela e Lafayette esperando um bom momento para atacar. Sentiu uma comunicação vindo de Jaja.
"Ele não está mais aqui... O espírito não está mais aqui! Ele deve ter visto o perigo para seu bruxo. Cuidado, as três! Estou indo até aí."
Ariane olhou para as outras vampiras e percebeu que elas também receberam o aviso. As três ficaram preparadas, esperando um ataque, mas sabiam que não poderiam fazer isso, simplesmente. Ariane caminhou até uma janela na casa e pode ver o bruxo.
Era alto... tinha feições duras, e observava fixamente o vazio, de lado para a vampira. Cabelos escuros e curtos, e um pouco de barba por fazer em seu rosto. Era irlandês. Bem parecido com aquele ator, como era mesmo o nome? Gerard Butler, sim.
Ela olhou para Foxy e Lafayette, indicando sua vontade de arrombar o lugar e matar logo o belo bruxo, mas sabia que elas ainda estavam em dúvida quanto a isso. Talvez realmente fosse melhor esperar.
Ariane olhou de novo pela janela, e, dessa vez, o bruxo olhava fixamente para ela.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.almadanoite.webnode.com.br
Lafayette
avatar
Maharet (2000)
Maharet (2000)

Mensagens : 2182
Data de inscrição : 08/07/2010
Localização : Londres

MensagemAssunto: Re: Cabarét Francês   1/13/2011, 8:25 pm

O bruxo estava ali, encarando as três através da janela. Deu um sorrisinho e se levantou, foi em direção a porta. As três vampiras também foram e logo depois Angélique chegou correndo, seguida por Gabrielle. A mortal havia se recuperado, mas parecia exausta e prestes a desmaiar.

Ela e o bruxo se encararam por um tempo, ele em frente a porta aberta, sempre com aquele sorriso no rosto.
- Olá, Angel. É claro que eu me lembro de você, mas sabe, todos têm o seu preço. - Disse ele.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lafayette
avatar
Maharet (2000)
Maharet (2000)

Mensagens : 2182
Data de inscrição : 08/07/2010
Localização : Londres

MensagemAssunto: Re: Cabarét Francês   1/16/2011, 6:58 pm

Todos estavam olhando abismados para os dois. Então eles já se conheciam de tempos.
Angélique prosseguiu com a conversa:

- Nunca pensei que pudesse ser tão baixo! O que Carlo lhe ofereceu em troca disso, o Dom das Trevas?
- Ora, não me venha novamente com essa conversa sobre o valor e moral de cada pessoa. Você me cansa. Agora que já me ajudou a distrair esses vampiros com essa conversinha, eu me vou. Sabe que nenhum espírito é capaz de derrotar um grupo de vampiros. Adeus. - E simplesmente desapareceu, quando todos estavam prestes a atacá-lo.



Última edição por Lafaye em 1/17/2011, 3:03 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
A&J
avatar
Marius (1000)
Marius (1000)

Mensagens : 1296
Data de inscrição : 01/06/2010
Localização : São Paulo

MensagemAssunto: Re: Cabarét Francês   1/17/2011, 1:28 pm

Aquilo não estava certo. Ele iria simplesmente desistir? E Leroy, onde ele estava? Gabrielle e Jaja estariam cuidando dele?
Não seria tão fácil assim. Mesmo que o bruxo fosse embora, isso não significava que o espírito deixaria todos em paz. Era algum truque.
Ariane teve sua confirmação quando viu um vulto atrás das vampiras e da mortal. Ela pôde ver que o espirito estava se mostrando como uma pessoa, mas ele parecia transparente. Estava formando um rosto, feminino. De repente, todo o corpo foi formado, e, num impulso de força, o espírito fez com que realmente parecesse que era uma pessoa ali. Mas então, Ariane observou, abismada, o rosto de mulher rapidamente se transformar em um monstro. A boca se abriu, e continuou a abrir sem parar, criando uma imagem horrenda, com sangue começando a sair dos cantos.
Lafayette, Foxy e Angélique olharam para trás para ver o que prendia tanto a atenção de Ariane, e também entraram em choque com aquilo. Angélique gritou, e parecia a ponto de desmaiar de medo.
Definitivamente, o bruxo não iria simplesmente embora. Ariane olhou para a casa vazia, tentando formar um plano. Foi tirada de seus pensamentos por gritos vindos e trás do Cabaret. Sim, Leroy lutava com Gabrielle.
Ela olhou de novo para o monstro em sua frente, agora já não parecendo um ser humano, mas um grande pedaço nojento de sangue e carne. Provavelmente a intenção era apavorar a mortal para tirá-la de uma vez da jogada. Parecia estar funcionando.
- Lafayette e Foxy - Ariane falou. - Matem o maldito bruxo.
Isso foi o bastante. O espírito fez com que aquela coisa nojenta explodisse, dando a impressão de que vários pedaços de carne vinham para cima deles, mas é claro que não sentiram nada. Angélique gritou mais ainda.
- Vão. - Ariane falou, e então correu. Sentia que o momento de matar Leroy estava próximo, e ela tinha de estar lá para isso.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.almadanoite.webnode.com.br
. Foxy .
avatar
Maharet (2000)
Maharet (2000)

Mensagens : 2248
Data de inscrição : 11/08/2010
Localização : Sem local definido

MensagemAssunto: Re: Cabarét Francês   1/17/2011, 3:13 pm

Foxy estava chocada com o comportamento do espirito... Nunca em toda sua vida tinha presenciado algo tão grotesco.
Mas precisavam dar fim no bruxo.

Chamando Lafayette disse que ouvisse os sons da noite e encontrasse o bruxo.

- Ariane, está ficando tarde... Temos que acabar logo com isso, quando o sol sair ficaremos vulneráveis, o bruxo não. - disse, procurando a mente do bruxo.Que não foi dificil de detectar.

Começou a andar, seguida de perto por Laffayete, até um hotel.
O bruxo estava lá, tentando acalmar sua mente não sentir o medo.
Mas não funcionou para ele...

As vampiras logo encontraram seu quarto...


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://kafoxy.blogspot.com
Gabrielle de Lioncourt
avatar
Co-Adm
Co-Adm

Mensagens : 3389
Data de inscrição : 05/01/2009
Localização : Around The World

MensagemAssunto: Re: Cabarét Francês   1/17/2011, 4:54 pm

Gabrielle sentiu uma dor aguda quando foi jogada com violência contra a parede próxima ao Cabaret.

A luta estava sendo violenta. Alguns ferimentos estavam abertos em seu corpo, que logo seriam cicatrizados. Mas foi com uma ponta de alegria que constatou que os ferimentos de Leroy eram sem dúvida piores.

Gabrielle já não aguentava mais segurar seus intintos na luta com o desgraçado de Leroy, e estava quase ao ponto de atacá-lo com real fúria para matá-lo, quando sentiu a presença de Ariane no local.

"Agora as coisas vão ficar realmente divertidas" - pensou Gabrielle, ao ver Ariane chegar no local.

_________________
“E assim, estendemos a mão para o caos furioso, apanhamos alguma coisa pequena e brilhante e nos agarramos a ela, dizendo para nós mesmos que ela tem significado, que o mundo é bom, que não somos a encarnação do mal e que no fim iremos pra casa.”

-
-
-

"Estaria sempre dividido. Sempre haveria a dor. Dor e prazer interligando-se e moldando-o, mas um, na verdade, jamais se sobrepondo ao outro; nunca haveria paz."



Assinatura


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.thesenseofdoubt.blogspot.com/
Lafayette
avatar
Maharet (2000)
Maharet (2000)

Mensagens : 2182
Data de inscrição : 08/07/2010
Localização : Londres

MensagemAssunto: Re: Cabarét Francês   1/17/2011, 10:09 pm

Angélique se comunicou mentalmente com Lafayette e Foxy. Ela conhecia o ponto fraco do bruxo, mas como não podia ir lutar lado a lado com as vampiras, disse a elas o que fazer.

Certamente ele era um bruxo muito poderoso, conseguia fechar muito bem a sua mente, mas quando fazia isso, também ficava alheio as coisas que aconteciam a sua volta. O que ele fez momentos antes não era nada de tele-transporte, mas apenas um truque. Se uma das vampiras conseguisse entrar pela janela do quarto do hotel e a outra pela porta, ele não teria saída. O ideal era pegá-lo desprevenido, antes que ele tivesse tempo de mandar o espírito atacá-las.

Foi exatamente o que fizeram. Foxy entrou pela janela do corredor do 8º andar e ficou em frente à porta com a sua mente completamente bloqueada, enquanto Lafayette ficou esperando pendurada do lado de fora da janela. Ao mesmo tempo, ambas entraram no quarto e o bruxo acordou de seu transe, mas não teve tempo para qualquer movimento. Como ele estava mais perto da porta, Foxy o agarrou primeiro e o segurou pelo pescoço, ameaçando quebrá-lo. Neste exato momento, Jaja também entrou pela janela, ao que o bruxo gritava:

- Me ouçam! Por favor, não me matem, eu me rendo! Carlo me obrigou a fazer isso! Eu não queria, mas ele me ameaçou! Se me matarem não poderei ajudá-los a acabar com Carlo!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
. Foxy .
avatar
Maharet (2000)
Maharet (2000)

Mensagens : 2248
Data de inscrição : 11/08/2010
Localização : Sem local definido

MensagemAssunto: Re: Cabarét Francês   1/17/2011, 11:46 pm

Foxy se descontrolou e começou a rir da cara do bruxo..

- Olha lindinho, seu pescocinho lindo está nas minhas mãos... e essas mãos são forte o suficiete pra quebrá-lo como um graveto seco.... Se acalme e conte a história direitinho..- disse, no ouvido do bruxo, ameaçando mordê-lo.

Jaja que parecia ter acabo de sair de uma briga, estava impaciente. Perdendo levemente a compostura. E tentou arrancar o bruxo das mãos de Foxy e dar um fim nele de uma vez por todas. Mas ela foi rápida e desviou.

- Calma, não vale a pena matá-lo sem obter as informações, deixe-me torturá-lo um pouco...-disse Foxy.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://kafoxy.blogspot.com
Jaja de Lioncourt
avatar
Administrador
Administrador

Mensagens : 6550
Data de inscrição : 03/01/2009
Localização : New Orleans

MensagemAssunto: Re: Cabarét Francês   1/18/2011, 1:42 am

- Está bem! Está bem! - rosnou Jaja, tentando se recompor e acalmar.

Se aproximou novamente ameaçadoramente do bruxo e olhou bem nos olhos deste.

Então recuou.

O que presentiu ou viu ali naquele instante realmente assustou o veterano vampiro. Falou para as outras:

- Cuidado. Ele tem uma carta na manga...

_________________
Bebe comigo?

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://ailhadanoite.forumeiros.com
. Foxy .
avatar
Maharet (2000)
Maharet (2000)

Mensagens : 2248
Data de inscrição : 11/08/2010
Localização : Sem local definido

MensagemAssunto: Re: Cabarét Francês   1/18/2011, 10:37 am

Foxy começou a rodiar o bruxo...

- Veja bem, está vendo nosso maravilhoso Lord ali, ele está louco pra matar você.. E se ele decidir que você vai morrer, você vai. Então, comece a falar qual é a história desse Carlo, e porque ele pode controlar você assim. - disse.

Mas o bruxo estava relutante em falar, ainda tinha medo do que Carlo exercia contra ele.
Os vampiros estavam impacientes...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://kafoxy.blogspot.com
Lafayette
avatar
Maharet (2000)
Maharet (2000)

Mensagens : 2182
Data de inscrição : 08/07/2010
Localização : Londres

MensagemAssunto: Re: Cabarét Francês   1/18/2011, 3:00 pm

Lafayette não confiava nessa criatura. Era óbvio que estava mentindo, ele mesmo havia deixado claro antes que se juntara a Carlo por interesse. Sim, ele queria o Dom das Trevas mais que tudo, mas substimou o grupo de vampiros e fracassou. Agora estava traindo a confiança de Carlo, era uma criatura miserável mesmo, mas certamente podia ser útil para eles. Mas não podiam de jeito nenhum confiar nele e nem libertá-lo, pois ele voltaria para os outros vampiros.

- Muito bem, você está nos fazendo perder tempo. Conte-nos tudo o que sabe logo, antes que acabemos com você. - Disse Jaja.
-Vejam bem, ele me obrigou a fazer isso! Eu não queria, mas ele disse que me mataria...
- Não minta para nós! - Disse Lafayette, ameaçando-o.
- Está bem, está bem. Já que seremos amigos, teremos de ser honestos entre nós.
Amigos? Os vampiros não puderam evitar uma risada.

O homem olhou para eles enraivecido, mas continuou:
- Me chamo Zyrd e nasci em uma família de ciganos, no norte da Irlanda. Aprendi tudo o que sei sobre o oculto com a minha tia, que era bruxa.
- Sabe, não estamos muito interessados na história da sua vida. - Disse Lafayette, ironicamente.
Zyrd olhou para ela, tentando conter a sua raiva e finalmente abriu a sua mente para os vampiros, deixando que eles vissem o que realmente aconteceu.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lafayette
avatar
Maharet (2000)
Maharet (2000)

Mensagens : 2182
Data de inscrição : 08/07/2010
Localização : Londres

MensagemAssunto: Re: Cabarét Francês   1/26/2011, 10:40 pm

Zyrd andando sozinho por uma rua escura, Carlo aparece. Os dois começam a conversar. O vampiro lhe faz a proposta de lhe dar o Dom das Trevas em troca de ele ajudá-lo. O bruxo aceita. O vampiro lhe conta que pretende montar um exército de vampiros para reinar no submundo das criaturas da noite. Zyrd recebe instruções de matar qualquer mortal ou imortal que tentasse interferir nos seus planos. Ele recebe um pouco de sangue a cada tarefa cumprida e, sozinho ou com vampiros, realiza todas com extremo êxito, sem uma única vez falhar. Outro chamado. Um grupo de vampiros se reunia em um Cabaret e planejava vingança contra Carlo. O bruxo e outros três vampiros vão atrás deles. É tudo o que sabe.

- O tal exército de Carlo é grande? - Pergunta Jaja.
- Não tenho certeza, mas creio que não seja muito grande. Muitos dos recém transformados acabam morrendo, poucos conseguem fugir. Quanto aos mais velhos, pouquíssimos aceitam a sua proposta, acreditam que ele não conseguirá atingir seus objetivos ou simplesmente não se importam. Eu diria que é um investimento a longo prazo.
- Onde Carlo se esconde? - Pergunta Lafayette.
- Não sei.
- Como podemos acabar com ele? - Pergunta Jajá.
- Também não saberia responder.

Os três vampiros se olham.

- Não podem dizer que eu não fiz o máximo que podia, eu lhes contei tudo. Hora de vocês fazerem a sua parte! - Diz o bruxo, nervoso.
- Nossa parte? Você está louco? Realmente acha que queremos você com a gente? - Respondeu, Foxy.

O bruxo estava fervendo de raiva e ao mesmo tempo sentia medo. Os vampiros sentiram algo estranho no ar. Sim, ele estava chamando aquele maldito espírito de novo, ou até mesmo chamando por Carlo.

- Obrigada, Zyrd. Você nos foi muito úitl. - Disse Lafayette.

E os três o atacaram.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
. Foxy .
avatar
Maharet (2000)
Maharet (2000)

Mensagens : 2248
Data de inscrição : 11/08/2010
Localização : Sem local definido

MensagemAssunto: Re: Cabarét Francês   1/27/2011, 10:50 pm

Foxy olhou para aquela coisa, morta e dilacerada que antes fora o bruxo.

- Uma pena, um homem com um poder tão interessante ser tão fácilmente iludido por um vampiro baixo e abusado como esse Carlo - disse Foxy.
- Mas foi necessário, não lamento. Sua situação era ridícula. - continuou.

Andava impaciente pelo quarto, os braços cruzados contra o corpo.
Até que olhou maliciosamente para os outros vampiros...

- E agora, o que vamos fazer a esse tal, vampiro infame? Não podemos deixar isso acontecer não é mesmo?- disse tocando levemente as presas com a lingua.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://kafoxy.blogspot.com
A&J
avatar
Marius (1000)
Marius (1000)

Mensagens : 1296
Data de inscrição : 01/06/2010
Localização : São Paulo

MensagemAssunto: Re: Cabarét Francês   1/29/2011, 9:47 am

Ariane chegara ao lugar onde Gabrielle e Leroy lutavam e se sentiu perfeitamente bem. Estava na hora.
Gabrielle havia acabado de golpear Leroy e fazê-lo cair, o que deu a Ariane chance de se postar atrás dele sem que ele visse. Leroy levantou, pronto para atacar Gabrielle novamente, e com isso, Ariane correu, enquanto a outra vampira olhava em desdém.
Ariane pulou sobre Leroy, dando um soco em suas costas e o fazendo cair novamente, mas ele era rápido. Levantou-se imadiatamente, surpreso, e olhou para Ariane, ficando de costas para Gabrielle. Elas não precisavam sequer se olhar para conseguirem agir em conjunto. Leroy não poderia olhar para as duas ao mesmo tempo e, enquanto estava distraído com Ariane, foi atacado por Gabrielle por trás.
Aquilo estava sendo muito divertido.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.almadanoite.webnode.com.br
Gabrielle de Lioncourt
avatar
Co-Adm
Co-Adm

Mensagens : 3389
Data de inscrição : 05/01/2009
Localização : Around The World

MensagemAssunto: Re: Cabarét Francês   2/2/2011, 10:17 pm

Finalmente algo bom nessa noite, Gabrielle pensou de forma sádica.

A sincronia de seus movimentos junto aos de Ariane era perfeita. Podia-se ver que Leroy estava ficando cada vez mais irritado, porém estava também cada vez mais debilitado.

Gabrielle deu-lhe outro golpe certeiro, fazendo-o ficar muito perto de Ariane, e com os sentidos completamente desorientados.

"Acho que chegou a hora" - foi o recado mental de Gabrielle a Ariane.

_________________
“E assim, estendemos a mão para o caos furioso, apanhamos alguma coisa pequena e brilhante e nos agarramos a ela, dizendo para nós mesmos que ela tem significado, que o mundo é bom, que não somos a encarnação do mal e que no fim iremos pra casa.”

-
-
-

"Estaria sempre dividido. Sempre haveria a dor. Dor e prazer interligando-se e moldando-o, mas um, na verdade, jamais se sobrepondo ao outro; nunca haveria paz."



Assinatura


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.thesenseofdoubt.blogspot.com/
A&J
avatar
Marius (1000)
Marius (1000)

Mensagens : 1296
Data de inscrição : 01/06/2010
Localização : São Paulo

MensagemAssunto: Re: Cabarét Francês   2/3/2011, 10:51 am

Ariane se postou em cima de Leroy, que olhava para ela com um expressão furiosa e zonza. Ele tentou se levantar, mas não conseguiu, tanto por não ter forças quanto por Ariane impedí-lo.
Ariane colocou a mão direita sobre os cabelos do vampiro, enquanto usava o corpo para imobilizá-lo. Por alguns momentos, aquilo mais parecia uma cena erótica de um casal do que uma ameaça. Ariane encostou rapidamente a boca sobre a orelha esquerda de Leroy e sussurrou, muito rápido, mas muito suave:
- Adieu, mon amour.
Com força, Ariane puxou seu braço para trás, e a cabeça do vampiro já não estava sob ela, mas longe, bem longe.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.almadanoite.webnode.com.br
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Cabarét Francês   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 

Cabarét Francês

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 6 de 7Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte

 Tópicos similares

-
» A garota do cabaré... beleza sua virtude? ou sua pior desgraça?

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
A Ilha da Noite :: BIBLIOTECA SECULAR :: TOMANDO DA PENA-